A praia virou um lixão

Não sei se vocês viram, mas neste fim de semana passou no Fantástico a reportagem sobre a condição das nossas praias, o que acontece com os animais marinhos  e também o que ocorre no oceano pacífico (sopa de plástico). Veja abaixo:

O lixão em meio ao oceano pacífico, ano ano passado mostrei aqui no blog esta matéria que falava da condição que os animais estavam:

O lixão do pacífico ameaça o planeta, e o principal culpado sou eu e você!

A praia de Salvador/BA é a mais afetada pelo descaso das pessoas, com 7,5 toneladas recolhidas pela companhia de limpeza, no qual mais 6 cidades também recolheram. As praias em dia se segunda feira parecem um aterro sanitário, revela a Fiscal de limpeza Manuel Bonfim Alves. Ainda uma turista portuguêsa afirma:

“Acho que é uma vergonha para o Brasil, uma vergonha para Salvador e é um atentado à natureza”

E ela não deixa de ter razão, passando por Maceió/AL no final do ano passado, como estava cercada de Engenheiros Ambientais agente sempre colocava em sacolinhas e/ou jogava direto nas lixeiras que ficavam a menos de 10 metros de nós, mas muits pessoas geralmente nem faziam isto, que por mim é algo básico e fácil.

Em segundo lugar ficou Fortaleza/CE, com 6 toneladas, as praias do Nordeste são tão bonitas, e uma vez conversando com um vendedor de cocos em Maceió ele me disse que ele e outros que trabalham por lá faziam o possível para deixar as praias o mais limpa possível, mas era difícil “se pelo menos os banhistas ajudassem…”.

“Em terceiro lugar ficou Guarujá. Foram cinco toneladas de lixo recolhido. Em quarto, Recife, na Praia de Boa Viagem, com pouco mais de duas toneladas, seguida por Natal, com uma tonelada na praia de Redinha.” – G1

Mas há quem se salve, em Florianópolis teve o melhor resultado no teste do lixo do Fantástico. No quilômetro de praia pesquisado, os garis recolheram apenas 125 kg nas areias. =]

O fato é que, problemas piores podem ser acarretados por esta “prática”, pois estes lixos atrai ratos e pombos. Isso para não falar nos animais de estimação, que não deveriam vir à praia.

“As pessoas não cumprem a legislação, principalmente cedo, e trazem os animais para cá”, destaca a secretária de Meio Ambiente do Rio de Janeiro Vera Lúcia de Oliveira.

Além disto tudo, não dá para esquecer dos resíduos que são jogados, deixando as águas poluídas, deixando alguns lugares até impossível de se tomar banho, causando problemas a saúde.

Enfim, não é muito difícil levar sacolinhas de casa para a praia e depositar o seu lixo, se possível ainda levar para casa e depositar no lixo doméstico caso não haja lixeiras na praia ou o mais fácil e correto, juntar e colocar nas lixeiras. É uma ação correta e que se houver consciência de todos as praias e os animais marinhos irão agradecer. #ficadica

Se você mora no litoral ou se já foi em algum e tem alguma declaração a dar, aproveita a oportunidade nos comentários, talvez alguma altoridade veja…