Aprenda a fazer um repelente caseiro para evitar o mosquito da dengue

Zika

Nestes últimos dias o que se ouviu falar foi do aumento da microcefalia,  aqui em Tocantins já foram encontrados novos casos. Pensando nisto resolvi escrever este post. A microcefalia é uma condição rara em que o bebê nasce com o crânio do tamanho menor do que o normal. Para crianças que nasceram com nove meses de gravidez, a doença se apresenta quando o perímetro da cabeça é menor do que 33 cm – o esperado é que bebês tenham pelo menos 34 cm.

O Ministério da Saúde já confirmou a relação com o zika vírus uma doença “prima da dengue”, a partir de exames realizados em um bebê, nascido no Ceará. Segundo o instituto, o bebê apresentava microcefalia e outras malformações congênitas, e que acabou morrendo.

O principal transmissor do zica vírus é o Aedes aegypti, e provoca sintomas parecidos, porém mais brandos do que os da dengue: febre, dor de cabeça e no corpo e manchas avermelhadas. Mas vamos ao repelente!

Ingredientes: – 1/2 litro de álcool; 1 pacote de cravo da índia (10 gramas) e 1 vidro de óleo infantil (100 ml).
Modo de preparo: – Deixe o cravo curtindo no álcool durante uns quatro dias, agitando pela manhã e à tarde. Depois, misture o óleo corporal (pode ser de amêndoas, camomila, erva-doce, aloe vera). Passe apenas uma gota nos braços e nas pernas.

Assista ao vídeo:

 

É bom lembrar que, a principal atividade para evitar a dengue é limpar terrenos baldios e nunca deixar água parada! O alerta do repelente, serve para mulheres grávidas que é a principal preocupação em relação a microcefalia.

Portanto, faça a sua parte, cuide do seu quintal e deixem os agentes de saúde (identificados) entrarem em sua casa e fazer a vistoria!

Gostou da matéria? Compartilhe, encaminhe e comente! quanto mais pessoas conhecerem este repelente, mais vidas poderemos salvar.