Banco de Sementes de Adubos Verdes

toposementesdeadubosverdes

O Programa Bancos Comunitários de Sementes de Adubos Verdes tem origem no Programa de Desenvolvimento da Agricultura Orgânica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que visa fomentar o uso de espécies de adubos verdes. A intenção é propiciar a agricultores familiares orgânicos ou em processo de transição agroecológico uma maior independência em relação a utilização de insumos externos em suas atividades produtoras. O objetivo do programa é o estímulo ao intercâmbio de bancos comunitários com sementes de adubos verdes, com as seguintes ações:

  • Produção, multiplicação e disponibilização de sementes;
  • Elaboração de materiais didáticos e informativos;
  • Eventos para a construção e socialização de conhecimentos sobre o tema.

BENEFÍCIOS

  • Contribui para a conservação do solo, ao minimizar os efeitos da erosão e promover a sua descompactação, estruturação e aeração;
  • Aumenta o teor da matéria orgânica e a disponibilidade de água  e nutrientes;
  • Contribui para a maior disponibilidade de nitrogênio por meio da fixação simbiótica, reduzindo os custos de produção ao diminuir a aquisição de insumos fornecedores destes nutrientes;
  • Reduz a incidência de vegetação espontânea e de infestação de pragas nas culturas de interesse econômico, contribuindo para o equilíbrio ecológico dos ecossistemas;
  • Parte das plantas podem ser utilizadas, embora com restrições, na alimentação humana e na criação de animais.

asementedeadubosverdes

É bom lembrar que o comércio de sementes de espécies utilizadas como adubos verdes e a divulgação e incentivo ao seu uso não é comum no setor privado. É difícil encontrar material de propagação e, quando encontrado, é geralmente comercializado com preços elevados. Cabe então, especialmente as organizações governamentais, criar e incentivar meios de promover o uso dos adubos verdes, creio que o Vivo Verde começa a dar um passo caso alguém de alguma empresa veja esta matéria.

Em 7 Unidades da Federação – SP,RJ, MG,BA,PE,PA e MS – o Programa está entrando no segundo ano de execução. Em outras 7 UFs – AC,DF,TO, MT, PB, SC e RS – encontra-se em implantação. Até 2010, pretende-se atingir 6.000 agricultores em todo o país.

No Estado onde eu moro (TO), o programa foi incluído no ano de 2008, atualmente 30 produtores familiares foram contemplados pelo programa e 9 técnicos de extensão rural foram capacitados como multiplicadores. A partir deste cargo, surgem novas possibilidades para o desenvolvimento e adoção de técnicas agroecológicas sustentáveis das diferentes regiões beneficiadas. Você sabe se em sua cidade ou região já  dispõe deste programa?

Para  mais informações de contato Nacional, ligue na Coordenação de Agroecologia CGDC/Depros/SDCMapa (61)3218.2453/2413 ou pelo e-mail organicos@agricultura.gov.br.

Em Palmas/TO, na Coordenação da CPOrg-TO com humberto.simao@agricultura.gov.br no (63)3219.4340/4341.

CURIOSIDADE –  Até no Mercado Livre vende-se sementes!!! rs

Fonte: Informativo