Carros abastecidos com xixi

Pesquisadores americanos da Universidade de Ohio coordenados pela professora Gerardine Botte conseguiram produzir hidrogênio a partir da urina. O processo de obtenção do novo biocombustível consome cerca de um quarto da energia utilizada para transformar a água em hidrogênio.


Urina: a nova promessa como combustível

No processo de fabricação, produtos químicos são adicionados ao líquido. Em seguida, os elementos químicos são transformados, com o uso de eletricidade, em hidrogênio.
Se o projeto for colocado em prática no dia a dia, serão solucionados dois problemas de uma só vez. Além de o novo biocombustível oferecer um destino mais limpo para o “xixi” de humanos e de animais, o hidrogênio não emite gases poluentes: sua combustão gera apenas água.
Os cientistas estão estudando como aprimorar sua fabricação com o objetivo de comercializá-lo. Até lá, não adianta tentar fabricar esse hidrogênio “de forma artesanal”: seu carro não vai andar.

E eu espero que isto não gere ODOR.. rs

Autora: Isis Nóbile Diniz – Blog do Planeta/ Fonte:BIO-WILSON