Conheça a Ciclofaixa em SP – De parque em parque sempre de bike

ciclofaixa

A Prefeitura de São Paulo apresentou a sua população a CicloFaixa de Lazer, que vai interligar os Parques das Bicicletas, do Ibirapuera, do Povo e Villa-Lobos através de uma faixa exclusiva para bicicletas sinalizada nas ruas. Tudo para que os moradores possam pedalar com a sua família com tranquilidade e segurança.

São aproximadamente 30 km de percurso totalmente sinalizados por placas, pintura especial e contando ainda com uma equipe de 355 pessoas ao longo do trajeto, auxiliando e informando os usuários.

Veja o percurso:

percursociclofaixa

Confira no mapa o novo percurso:

novo_trajeto

Fotos do projeto:

 

<SAMSUNG DIGITAL CAMERA> 

4999630836_b3a7dab331 (1)

Considerações:

A ideia é bem legal, considerando que feita em parques e ajudando o pessoal a pedalar semanalmente, na verdade, resgatando a ideia sair em um final de semana para cirtir um ato que por muitos se tornou “difícil” em alguns centros, dando a prioridade de se pedalar “em paz”, sem a constante preocupação com o trânsito, aí sim, é algo bem viável.

Mas considerando que hoje temos vários projetos, alguns de grande repercussão, que enfatizam a ideia de se “trocar” um veículo automotor pelo uso das bicicletas, ai se torna um pouco vago. Principalmente quando se está em jogo, uma cidade já conhecida pelo seu “problema” da poluição atmosférica.

Ciclofaixas não são a mesma coisa que ciclovias. Ciclovias são pistas construídas para uso exclusivo de bicicletas, enquanto as ciclofaixas são trechos das ruas que, em determinado dia e hora, ficam reservados para os ciclistas. Acesse aqui o site da Ciclofaixa. Via SWU.

Mas o VV também apoia o aumento de bicicletas nas ruas (que contribuem para a diminuição de CO2 no planeta), esperamos também que iniciativas como esta, claro que até bem mais elaboradas, façam parte de várias outras pautas aqui no VV.

No mais, conheça São Paulo de parque em parque sempre de bike. Aos domingos, das 7 às 14 horas (ou seja, acorde bem cedo!).

Fonte: SWU