Desmatamento Zero finalmente é proposto no Congresso

Desmatamento Zero finalmente é proposto no Congresso

Mesmo que a taxa anual de perda de floresta amazônica no Brasil tenha recuado cerca de 75% por cento desde o início dos anos 2000, de acordo com o Greenpeace, o equivalente a 700.000 campos de futebol ( 1,2 milhões de acres) de Floresta Amazônica ainda é destruído a cada ano!

Em contra partida, uma análise recente feita por Paulo Moutinho do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia e Steve Schwartzman da Environmental Defense Fund apoia a afirmação do Greenpeace que o desmatamento zero é perfeitamente possível de ser alcançado no Brasil,  sem qualquer interferência negativa para o crescimento econômico, muito pelo contrário.

Mediante isso, nos últimos três anos, o Greenpeace Brasil tem recolhido assinaturas em apoio a um projeto de lei que estabelece o desmatamento zero como lei federal.

bispo-guilherme-desmatamento-zero
Foto – Reprodução: © Adriano Machado / Greenpeace.
Bispo Guilherme Antonio lembrou que o Papa Francisco recomenda a defesa das florestas em sua encíclica papal.

 

E finalmente no dia 07 de outubro de 2015, acompanhado por um grupo de líderes religiosos, celebridades, senadores e outros defensores do fim da “falta de vergonha na cara” do Brasil em relação à nossa biodiversidade, o grupo ativista formalizou a entrega da petição popular na forma de projeto de lei ao Congresso Nacional, assinada por 1,4 milhões de brasileiros, que estabelece o fim imediato do desmatamento no Brasil.

Ou seja: Desmatamento Zero!

Veja o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=GkiDzs2ulBk

“Nós submetemos este projeto de lei ao Congresso e agora é hora de eles para refletirem sobre a vontade do povo. Há alternativas suficientes para se manter o desenvolvimento sem derrubar mais de nossas florestas. A democracia se fortalece, garantindo o acesso aos recursos naturais para todos, para a nossa geração e as gerações futuras. É por isso que parar a destruição das florestas é essencial”, diz Cristiane Mazzetti do Greenpeace.

mural-6000-fotos-desmatamento-zero
Foto – Reprodução: © Adriano Machado / Greenpeace.
Para representar os mais de 1,4 milhões de pessoas que assinaram a favor do projeto os ativistas configurarão uma parede com as caixas contendo as assinaturas, criando um painel ambiental com cerca de 6000 fotos de quem participou do movimento.

 

“Eu assinei a petição em 2012 e admito que  estava ansioso para vê-la concluída. Este é certamente um passo importante para alcançar o objetivo de Desmatamento Zero no Brasil e em seguida, iniciar um novo projeto para o desenvolvimento do país que não seja baseado na destruição do meio ambiente”, diz senador João Capiberibe.

Ainda no que diz respeito aos nossos governantes, a presidenta Dilma Rousseff se comprometeu a eliminar o desmatamento ilegal e restaurar 12 milhões de hectares (cerca de 30 milhões de acres) de floresta até 2030.
Será que irá conseguir?
Só Deus sabe a resposta!

jose-sarney-filho-desmatamento-zero
Foto – Reprodução: © Adriano Machado / Greenpeace.
Congressista José Sarney Filho presidente da Frente Parlamentar Ambientalista, recebe 1,4 milhões de petições assinadas em apoio ao projeto Desmatamento Zero.

O que devemos saber, e isto realmente é muito da nossa conta, é o que estamos fazendo de verdade para combater a destruição do nosso meio ambiente.
O que realmente de eficaz no nosso dia a dia está fazendo a diferença para esta questão.
Uma andorinha só não faz verão, mas se nenhuma andorinha fizer sua parte, não haverá planeta não!
E você, assinou a petição? Eu já assinei!
Se quiser, clique aqui para assinar. É fácil, rápido e grátis!

Grande abraço!