Filtro caseiro utiliza materiais de baixo custo #PET

Esta proposta de atividade é indicada para alunos de Ensino Fundamental, podendo ser abordados temas como soluções e doenças causadas pela ingestão de água contaminada. Digamos que, é melhor do que plantar feijãozinho no algodão, né? (rs).

Usando uma garrafa PET, um pouco de areia e algumas pedras, é possível montar um filtro de água, capaz de retirar até mesmo grandes impurezas do líquido.

Filtro caseiro utiliza materiais de baixo custo.

Filtro caseiro utiliza materiais de baixo custo.

Para montar seu filtro sustentável, você vai precisar de:

– 1 garrafa PET
– Algodão
– Areia para aquário
– Pedras pequenas para aquário
– Carvão em pó
– Tesoura

Modo de fazer

Divida a garrafa em duas partes, medindo com cuidado, para que a parte do gargalo tenha, aproximadamente, 20 centímetros.

Corte a parte do gargalo com uma tesoura e coloque um chumaço de algodão no bico. Logo acima do bico da garrafa, forre uma camada de carvão, outra de areia, e, por fim, faça uma camada com as pedrinhas para aquário.

Encaixe a parte das camadas com a outra metade vazia. Assim, a parte que ficou separada dará apoio ao filtro e servirá como um pequeno reservatório da água filtrada.

Faça o filtro funcionar

Depois de pronto, o equipamento já pode ser usado, de preferência com a água da torneira. Isso porque, como a garrafa não suporta grandes quantidades de minerais, como o carvão e as pedras, que filtram a água, não será possível eliminar partículas muito pequenas, como o sal, por exemplo.

Os mais aventureiros podem misturar água e terra dentro da garrafa PET, já que as partículas do barro são maiores e ficam retidas no filtro. Quem fizer esta experiência vai perceber que a água barrenta fica um pouco turva, e pode ser filtrada novamente, até ficar o mais transparente possível.

No entanto, para evitar problemas, o líquido que tinha terra deve ser fervido e misturado com um pouco de hipoclorito de sódio.

Fonte: Canal do Educador e CicloVivo.