FORD reduz em 8,6 milhões de litros o consumo de água em fábrica

Ford Camaçari - Lago

Comemorado no dia 5 de junho, a Ford tem motivos de sobra para festejar o Dia Mundial do Meio Ambiente. A empresa realiza e apoia diversas ações de sustentabilidade e preservação da natureza e em suas quatro plantas no Brasil – São Bernardo do Campo, Taubaté, Tatuí (SP) e Camaçari (BA) – coloca em prática projetos que visam à redução do uso de água potável e o envio de resíduos para aterro sanitário, maior aproveitamento de água de reúso e ampliação da coleta seletiva, entre outros.

Alinhado com a diretriz global, o Complexo Industrial de São Bernardo do Campo reduziu o consumo de água ao longo dos últimos 5 anos em 35,8%, o que representa uma economia de 863.700 m³, ou seja, 8,6 milhões de litros (o equivalente a 863.700 caixas d´água de 1.000 litros cada). O objetivo é buscar a melhoria contínua no uso racional da água em seus processos de manufatura.

Uma das ações implementadas foi a otimização da água de descarte dos processos da Pintura que é armazenada no tanque de coagulação, um reservatório com capacidade para 1,3 milhão de litros. Esta água de reúso é tratada e por meio de bombeamento é utilizada em serviços satélites ao processo principal, tais como a limpeza das grades das cabines de pintura, lavagem de empilhadeiras e teste de infiltração de água em todos os veículos produzidos (carros e caminhões).

Este processo permite ainda completar com água de reúso os quatro reservatórios do sistema de combate a incêndio, que somados totalizam 5.400.000 litros. “Paralelo a isso, a unidade Ford São Bernardo possui três reservatórios que são abastecidos com a captação de água pluvial (de chuva). A ‘água de incêndio’ aqui na planta tem uso praticamente diário, devido às rotinas de testes das instalações de sistemas de combate a incêndio”, explica o supervisor de Sustentabilidade da fábrica de São Bernardo, Edmir Mesz.

O parque fabril tem a meta de chegar a 30% de reúso de água em 5 anos, sempre levando em consideração a variável produção de veículos e caminhões.

Resíduos Sólidos

A Ford Global possui o Processo “Zero waste to Landfill”, cujo objetivo é reduzir a zero o envio de resíduos para aterros. Todas as unidades no mundo desenvolvem iniciativas com fornecedores em busca de opções de tratamento do ‘lixo’ através de reciclagem, reúso, co-processamento e incineração. A fábrica de Motores e Transmissões de Taubaté conquistou em janeiro de 2015 o título “Zero waste to Landfill” e o parque fabril de motores de Camaçari, na Bahia, já foi implantado com zero resíduo.

A redução de resíduos enviados para aterro da unidade Camaçari Veículos foi de 11,3 kg/unidade em 2011, para 4,3 kg/unidade em 2015, o que representa 61,6% de redução. O percentual corresponde a 1.313,4 toneladas de resíduo, o que equivale à geração de lixo de 1.313.000 pessoas (49% da geração de resíduos/pessoa/dia da cidade de Salvador, ou a geração de resíduos/pessoa de 8 dias de Camaçari).

A diminuição de resíduos enviados para aterro de São Bernardo foi de 6,8 kg/unidade em 2011, para 1 kg/unidade em 2015, o que representa 85,9 % de redução, correspondente a 401,2 toneladas de resíduo. Os números representam a geração de lixo de 401.200 pessoas (3,5% da geração de resíduos/pessoa/dia da cidade de São Paulo, ou 55% da geração de resíduos/pessoa/dia do município de São Bernardo).

Semana do Meio Ambiente

As quatro unidades da Ford no Brasil realizam atividades entre os dias 6 e 10 de junho em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente. O Campo de Provas da Ford em Tatuí preparou palestras, a inauguração de uma área de convivência de empregados com a entrega da Parede Verde (Muro Vertical que reduz o calor), e do Bangalô. Haverá ainda o plantio e doação de 3.100 mudas de árvores nativas e o 2º TPG Bike Tour, passeio ciclístico de 12 km pela planta de Tatuí.

São Bernardo, Taubaté e Camaçari realizam exposições e palestras nas dependências das unidades. No Terminal Portuário Miguel de Oliveira (BA), durante toda a semana, acontece conferência com o tema Meio Ambiente e a Terra.

Outras ações ambientais

É também em Camaçari que a Ford promove o Programa de Educação Ambiental, uma das principais iniciativas de sustentabilidade da Bahia envolvendo comunidades estudantis na cidade. Alunos visitam semanalmente o Centro Ambiental da Ford e participam de palestras educativas sobre meio ambiente, desenvolvimento sustentável, consumo consciente, coleta seletiva e reciclagem.

Outra iniciativa do programa visa dar oportunidades para aqueles que vivem nas localidades onde a empresa opera. Nas comunidades de Caboto e Madeira, na região do Terminal Portuário Miguel de Oliveira, em Candeias, na Bahia, os moradores recebem palestras de educação alimentar e acompanhamento nutricional. Ainda na região a Ford oferece cursos de qualificação sempre com profissões diversas.

Por fim, a Ford doa mochilas ecossustentáveis para estudantes de escolas públicas de Camaçari.  As peças usam fardamento industrial reutilizado como matéria-prima, que depois de higienizado é confeccionado por um grupo de mães do Projeto Axé. As estampas são criadas por jovens da própria ONG, filhos das costureiras.

Fonte: BM Brasil