Fui em um espetáculo com orquestra e achei SENSACIONAL!!! #ReciclaréShowTang

Esta foi a palavra que escolhi para representar os momentos em que passei no Teatro Bradesco, no Shopping Bourbon em São Paulo.  Impossível pensar em outro adjetivo tão perfeito quanto. Na semana passada tive a honra de presenciar um evento que vi começando desde o início, o Projeto Reciclar É Show Tang apareceu em minha vida ainda em abril deste ano e logo que me falaram eu abri os braços para o receber e como sempre, não me arrependi. Já venho falando do projeto #ReciclarÉShowTang aqui e nas redes sociais há um bom tempo, mas no dia 20 de novembro, nos reunimos para a finalização do Projeto e premiação da escola vencedora.

Instrumentos criados a partir de resíduos sólidos.

Instrumentos criados a partir de resíduos sólidos.

Foram 101 escolas participantes e mais de 4.000 alunos que tiveram a oportunidade de aprender mais sobre música, pois construíram instrumentos com diversos materiais reciclados que estiveram expostos durante o evento.

Antes do espetáculo começar, pudemos fazer alguns instrumentos nas oficinas que eram oferecidas para as crianças, eu mesma pude fazer uma zampônia (abaixo), que é super fácil de fazer, o problema sou eu mesma, que sou uma péssima instrumentista (kkk).

Zampônia "quase feita" por mim e com a ajuda dos oficineiros do projeto.

Zampônia “quase feita” por mim e com a ajuda dos oficineiros do projeto.

As crianças nesta oficina, eram os atores principais, e os pais se divertiam em vê-las se divertindo e fazendo seu próprio instrumento. Dava para ver nos rostinhos delas…

Bixigofone, instrumento sendo feito pelas crianças na oficina. #ReciclarÉShowTang

Bixigofone, instrumento sendo feito pelas crianças na oficina. #ReciclarÉShowTang

As crianças participando da oficina de instrumentos. #ReciclarÉShowTang

As crianças participando da oficina de instrumentos. #ReciclarÉShowTang

Crianças na área de oficinas de instrumentoos. #ReciclaréShowTang

Crianças na área de oficinas de instrumentoos. #ReciclaréShowTang

Além das oficinas de instrumentos antes do início do espetáculo,  estava sendo realizado um show com a participação de um grupo teatral, que fazia canções com o tema de reciclagem e ainda colocava a criançada para desenhar e pintar, uma animação só.

Show teatral com as crianças, com canções, desenhos e pinturas. #ReciclarÉShowTang

Show teatral com as crianças, com canções, desenhos e pinturas. #ReciclarÉShowTang

Para nós que estávamos como convidados/imprensa/VIPs, tivemos a oportunidade de conhecer o maestro João Carlos Martins de pertinho, claro que eu não iria perder por nada este momento, falei do #Vivoverde e também tietei com uma foto \o/ grande oportunidade!

Eu e o maestro João Carlos Martins. Grande honra em o conhecer. #ReciclaréShowTang

Eu e o maestro João Carlos Martins. Grande honra em o conhecer. #ReciclaréShowTang

Abriram-se as cortinas e o show começou! Com a presença super rápida do Arnaldo Antunes fazendo as honras do evento. Mas logo logo tínhamos o que mais esperávamos, o maestro, às crianças que participaram do projeto, a orquestra a Fundação Bachiana, o grupo Barbatuques, que deu um show a parte, de expressão corporal e experiência, e também a orquestra do Paraguai, que serviu de inspiração para a Tang.

Devo resaltar o momento em que a orquestra do Paraguai tocou “Imagine” de Jonh Lennon, confesso que neste momento eu não consegui conter a emoção, me arrepiava toda e era inevitável se sentir assim, foi simplesmente SEN-SA-CIO-NAL! Estes são aqueles momentos  em que você consegue dar muito valor a espetáculos de música e principalmente, a projetos que conseguem romper as barreiras mais difíceis, como o preconceito, a desigualdade social, o descaso dos governos, o desleixo com o meio ambiente, e vários outros conflitos.

João Carlos Martins e a orquestra da Fundação Bachiana. #ReciclaréShowTang

João Carlos Martins e a orquestra da Fundação Bachiana. #ReciclaréShowTang

Pouco antes do início do espetáculo. #ReciclarÉShowTang

Pouco antes do início do espetáculo. #ReciclarÉShowTang

Fomos presenteados com uma flauta, que por incrível que pareça, é composta por 70 embalagens de Tang. 🙂

Flauras do projeto #ReciclaréShowTang - Foto @Marabeta

Flauras do projeto #ReciclaréShowTang – Foto @Marabeta

E como não poderia deixar de faltar, uma foto com parte da equipe que me acompanhou nestes dias tão especiais. Na foto abaixo, (esquerda p/ direita) Bruna Brandão, Cybele Meyer do Blog Educa Já, Liliane Ferrari,  André Ferrari, Eu, Isaac Roosevelt, Fernanda Monrroy, Luiz Felipe, Ramon Pesci e Soraya de Souza. Amei conhecer todos vocês.

Equipe #MSLGROUPEspalhe com os formadores de opinião online (FOO)  no #reciclareshowtang

Equipe #MSLGROUPEspalhe com os formadores de opinião online (FOO) no #reciclareshowtang

Na foto abaixo, eu e Isaac tivemos a oportunidade de conhecer a agência Espalhe.

O Isaac Roosevelt e eu Daiane Santana ( VivoVerde ) fomos convidados para conhecer a agência Espalhe - Marketing de Guerrilha. Na foto, com a Equipe de Amplificação Redes Sociais da Agência. #ReciclaréShowTang

O Isaac Roosevelt e eu, Daiane Santana ( VivoVerde ) fomos convidados para conhecer a agência Espalhe – Marketing de Guerrilha. Na foto, com a Equipe de Amplificação Redes Sociais da Agência. #ReciclaréShowTang

Veja mais fotos do evento.

Local das oficinas. #ReciclaréShowTang

Local das oficinas. #ReciclaréShowTang

Local #ReciclaréShowTang

Local #ReciclaréShowTang

Local da oficina de canções, desenhos e pinturas. #ReciclaréShowTang

Local da oficina de canções, desenhos e pinturas. #ReciclaréShowTang

O Maestro João Carlos Martins fazendo o que ele sabe fazer muito bem, regendo! #ReciclarÉShowTang

O Maestro João Carlos Martins fazendo o que ele sabe fazer muito bem, regendo! #ReciclarÉShowTang

Abaixo, alguns vídeos, para vocês entenderem um pouco da minha emoção por estar lá! Desde já agradeço a Cybele do blog Educa Já!, pela liberação dos vídeos, e claro, foi uma honra reencontrá-la neste evento.

Obrigada #ReciclarÉShowTang pela oportunidade de ser maestro de uma ação tão linda, participativa e com um respaldo muito grande para as gerações futuras, se saberão respeitar o meio ambiente e também apreciar a boa música.