Itaú Unibanco é eleito banco mais sustentável do mundo pelo Financial Times e IFC

O Itaú Unibanco foi eleito na última sexta-feira, em Londres, o Banco Mais Sustentável do Mundo no prêmio “2011 FT/IFC Sustainable Finance Awards”, concedido pelo jornal britânico Financial Times e pelo IFC (International Finance Corporation), braço financeiro do Banco Mundial. O banco também foi reconhecido como Mais Sustentável das Américas, concorrendo com instituições da Argentina e do México. Em 2009 e 2010 o Itaú Unibanco já havia recebido o prêmio na categoria Banco Mais Sustentável da América Latina e de Mercados Emergentes.

“Em um mundo em plena transformação, temos muito orgulho de receber esse reconhecimento, que na verdade reforça o nosso foco em performance sustentável. O Itaú Unibanco procura combinar consistente desempenho financeiro com atitudes que privilegiam a ética, a transparência no relacionamento com clientes, colaboradores, acionistas e comunidade. Nós estamos comprometidos com princípios sólidos de atrelar o tema aos negócios da organização. Essa caminhada está baseada em liderança responsável e na satisfação dos nossos clientes por meio da educação financeira e da oferta de produtos adequados a necessidade e fase de vida de cada um ”, afirma Zeca Rudge, Vice presidente da área de Relações Institucionais do Itaú Unibanco.

Denise Hills, superintendente de Sustentabilidade do Itaú Unibanco, recebeu o prêmio em Londres, concorrendo com os bancos The Co-operative Financial Service (Reino Unido), YES Bank (Índia), Access Bank (Nigéria) e Bank Sarasin (Suíça). O Itaú Unibanco ainda foi finalista na categoria Financiamento de Necessidades Básicas, com o case de crédito universitário. “Ficamos felizes, pois o feedback que recebemos dos organizadores e participantes é de que esta premiação se deve à visão do Itaú Unibanco em ser o banco líder em performance sustentável e em satisfação dos clientes e à inserção da sustentabilidade como parte da estratégia de longo prazo no negócio. É também um reconhecimento ao histórico de compromissos e pactos que assumimos nos últimos anos”, explica Denise Hills, superintendente de Sustentabilidade do Itaú Unibanco.

“Estamos muito satisfeitos com o resultado da premiação deste ano, que é uma prova do crescente compromisso das instituições financeiras a tornar a sustentabilidade uma parte central de seus negócios. A qualidade dos trabalhos deste ano foi muito alta e os jurados tiveram decisões difíceis a tomar”, afirmou Martin Dickson, editor do Financial Times.

O FT/IFC Sustainable Finance Awards é um dos reconhecimentos mundiais mais relevantes na área da sustentabilidade e há cinco anos elege as instituições financeiras focadas no desenvolvimento sustentável. A edição de 2011 obteve um recorde de 187 inscrições de 161 instituições em 61 países.

“Nos últimos anos, o Itaú Unibanco sempre apresentou bom desempenho no prêmio e o processo de fusão não interrompeu essa trajetória. No momento em que as finanças sustentáveis no Brasil enfrentam temas delicados na área da infraestrutura, como a construção de grandes barragens, ficamos muito orgulhosos em conceder o prêmio de banco mais sustentável do mundo a uma instituição íntegra em sua visão e em suas operações”, parabeniza Rachel Kyte, vice presidente do IFC.

Via: Comunicação Itaú – Unibanco

Nota: Acho que boas ações empresariais, sendo elas de qualquer gênero, considerando os impactos ambientais, deve ser prestigiado e principalmente reconhecido. O VivoVerde apóia estes tipos de iniciativas e parabenixa o Itaú-Unibanco pela conquista.

Esta não é uma matéria publicitária.