No #EnergyDay, o espaço estimulará os visitantes a descobrir práticas para economizar energia

7K6A8017

O Baixo Suíça vai receber no próximo dia 8 de agosto, segunda-feira, o Energy Day, que transformará o espaço em uma ‘casa de energia’ coletiva, convidando visitantes e especialistas a descobrir, apresentar, debater, produzir e economizar energia com o objetivo de adquirir hábitos saudáveis sem impactar negativamente o meio ambiente. Durante o dia, vários pontos de encontro serão abertos ao público para chamar atenção sobre diversas ações e projetos, como 2.000 Watt Society. A iniciativa tem como organizadores o Swiss Business Hub e a swissnex Brasil.

Além de um dia dedicado exclusivamente ao tema, as casas foram planejadas e construídas de forma a gerar economia de energia e serem sustentáveis. A estrutura da casa é composta por 1.100 peças pré-fabricadas, que já foram utilizadas em outros eventos e serão reutilizadas novamente; o material utilizado no interior não gera resíduos; e a pista de patinação de gelo é feita de placas de polímero, um tipo de plástico, que não utiliza água e nem eletricidade.

O projeto 2.000 Watt Society, elaborado pela Escola Politécnica Federal de Zurique (ETH), é o conceito de um modelo ambiental que elabora e estimula políticas públicas para reduzir o consumo individual a um limite de 2.000 watts (48 quilowatts/hora por dia) até 2050.

O Energy Day terá ainda espaços interativos que permitirão que os visitantes tenham mais consciência sobre seu próprio consumo de eletricidade, por exemplo: uma bicicleta estacionária na qual as pessoas poderão gerar energia, uma exposição sobre a 2.000 Watt Society e sobre a Análise de Ciclo de Vida de produtos, além de uma turbina eólica Urban Flow, que já está instalada no espaço, na mini fazenda urbana UFBox, da Urban Farmers. Esse box permanecerá na casa durante todo o período, assim como a turbina.

No início da tarde, haverá um workshop para convidados, no qual especialistas suíços e brasileiros apresentarão e debaterão os desafios energéticos dos dois países, dedicando uma parte à importância das fontes de energia renováveis intermitentes, como as energias solar e eólica. Inspirando-se na paisagem de lagoa e montanha do Baixo Suíça, os especialistas convidados irão discutir oportunidades para ambos os países na energia hídrica.

No fim da tarde, haverá uma sessão de apresentações, aberta ao público, sobre o estado de arte do campo das energias. O Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia (COPPE), que coordena os programas de pós-graduação em engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em conjunto com algumas startups, convidarão os visitantes do Baixo Suíça para descobrir como essas inovações poderão ajudar a Suíça e o Brasil a terem uma maior percentagem de energias renováveis nas suas redes.

7K6A8022

Programa

  • Das 11:00 às 18:00: (Aberto para o público) 

Estações interativas abertas ao público para gerar e economizar eletricidade

  • Das 13:30 às 18:00: (Fechado para convidados)

Workshop exclusivo para convidados sobre o tema “Os desafios da integração de uma maior percentagem de energias renováveis intermitentes nas redes existentes”

  • Das 18:00 às 20:00: (Aberto para o público) 

Apresentações sobre o “Estado da Arte das Soluções – aplicações de pesquisa e mercado”.

Serviço:

House of Switzerland

Endereço: Campo de beisebol na Lagoa Rodrigo de Freitas, perto do Corte Cantagalo

Funcionamento: do dia 01/08 a 18/09

Horário: Segunda a Domingo, das 11h às 23h.

*Entre os dias 22.08 a 06.09

De Terça a Sexta: 17h às 23h e Sábado e Domingo das 11h às 23h