A casa de garrafa PET

Uma construção muito interessante feita com garrafas PET, garrafas de vidro e areia. Claro, cimento e água também. O que impressiona muito é o acabamento, muito bem feito e a quantidade de garrafas que deixaram de poluir o meio, com certeza esta obra não custa muito, pelo menos é o que apresenta. No email que recebi, não fica claro o lugar, a cidade. Se alguém conhece o trabalho, sabe a origem das fotos, peço que deixe aqui um comentário. Veja abaixo as fotos:

2

1

3

4

5

imagem

6

7

8

9

Com certeza, material bom assim, só poderia ter vindo da Monique Futscher.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

22 comentários em “A casa de garrafa PET

  • 10 de dezembro de 2009 em 15:58
    Permalink

    Dai…..recebi este email e tbm não sei onde e quem são as pessoas……A Cintia do http://www.preservblog.blogspot.com tbm fez a mesma postagem e não sabe a procedência………..Por coincidência,eu estou dando garrafas de vidros (azeite,vinho,vodcka,cervejas ) para um rapaza em Paty do Alferes e ele tbm está construindo uma casa neste mesmo processo……..Quando eu tiver fotos e dados mais concretos deste trabalho em Paty,que fica depois do meu sítio em Miguel Pereira,passo para vc,para Cintia e tds da minha lista de emails…….mil bjcas…..e qd puder visite o presrvblog da Cintia…..

  • 10 de dezembro de 2009 em 16:09
    Permalink

    realmente, eu tb postei lá no meu blog. esse email circulou na unimed aqui de volra redonda / rj e eu recvebi de um amigo que trabalha lá. mas ainda não descobri a origem dele.
    se eu souber de algo venho aqui avisar!
    bjs!

  • 10 de dezembro de 2009 em 16:21
    Permalink

    Essa casa é na Indonésia, pela cara quadrada dos caras.
    E Caso tenha outro Tsunami a casa pode flutuar.
    Abraço e espero ter tirado a dúvida de muitos.

  • 10 de dezembro de 2009 em 16:39
    Permalink

    É uma boa, tem outras soluções também.. como por exemplo um projeto que estou desenvolvendo que se traduz em construções sustentáveis feitas a partir de tijolos feitos com garrafas pet; o que dá uma maior sustentação e conforto visual, além da credibilidade do nosso querido tijolo. O Projeto é na zona rural de Pernambuco substituindo algumas das casas de ‘taipa’ ou seja, barro e madeira.

    Em breve mais resultados, e se alguém se interessar é só entrar em contato pelo e-mail: mariliagabriela.design@gmail.com

    beijos

  • 10 de dezembro de 2009 em 17:02
    Permalink

    é um castelo de PET. muito jóia. #gostei *–*

  • Pingback:Diego Cabral Camara

  • Pingback:tiagonepomuceno

  • Pingback:Eng. Daiane Santana

  • Pingback:Anna Maria( Anny)

  • Pingback:Biosfera

  • Pingback:Leo

  • Pingback:Sandra

  • 10 de dezembro de 2009 em 19:25
    Permalink

    Adorei o seu comentário lá no mimirabolantes……e gostei do que li aqui…..bjcas……

  • Pingback:Dilan Hugo

  • 12 de dezembro de 2009 em 13:15
    Permalink

    Bacana!

    bela técnica para fazer os pilares. Vou testa-la.

  • Pingback:otebooksprof_abrahao

  • Pingback:Eng. Daiane Santana

  • 11 de março de 2014 em 16:42
    Permalink

    Facinante ! Dios los bendiga siempre, para que cada dia sus mentes sean mas iluminadas y compartan con el mundo la facinante magia del reciclado…

  • 14 de janeiro de 2016 em 12:58
    Permalink

    adorei eu quero

  • 14 de janeiro de 2016 em 16:18
    Permalink

    Quero maiores informaçoes :como foi feito o alicerce destas casas?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.