“Junte-se à rebelião” – Volkswagen te convida para “lutar” contra as emissões de CO2

Por indicação do amigo @jorai, segue abaixo o vídeo da Volkswagen com parceria do Greenpeace.

VW está ameaçando nosso planeta, opondo-se cortes de emissões de CO2.


Junte-se à rebelião.

Mais informações: https://vwdarkside.com/

O que achou? A ideia de continuação da antiga propaganda usando o menino Darth Vader e chamando as pessoas para uma se unir a uma Rebelião contra as emissões de CO2… inevitávelmente foi uma ótima ideia e mais, não vai durar muito para se tornar um “viral“.

[UPDATE]

Segundo o comentário da leitora “Grazi”:

Pelo que eu entendi no site da ONG Greenpeace, eles estão fazendo um protesto CONTRA a postura da Volkswagen, ou seja, o vídeo não é uma parceria da empresa com a ONG.

PS: Se alguém souber de mais alguma coisa sobre… Por favor, fica aqui o espaço para a discussão.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

3 comentários em ““Junte-se à rebelião” – Volkswagen te convida para “lutar” contra as emissões de CO2

  • 29 de junho de 2011 em 15:22
    Permalink

    Pelo que eu entendi no site da ONG Greenpeace, eles estão fazendo um protesto CONTRA a postura da Volkswagen, ou seja, o vídeo não é uma parceria da empresa com a ONG.

  • 29 de junho de 2011 em 15:31
    Permalink

    Olá!

    Bom, eu dei uma olhada por alto no site. E não “percebi” isto. Vou verificar, muito obrigada pela orientação!

    Aliás, vou inserir um “Update” com esta sua informação na matéria!

    Obrigada!

  • 30 de junho de 2011 em 9:14
    Permalink

    Olá Daiane,

    Não por isso! Eu tive que ler duas vezes a matéria no site da Greenpeace pra conseguir entender bem 😉

    Parabéns pelo blog,
    Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.