Salas de cinema ganham 15 bicicletários durante a 34° Mostra de Cinema de SP

Sou super a favor de andar de bicicleta, mesmo que de vez enquando ou por necessidade mesmo. Dos dias  22/10 (hoje) a 04/11 em São Paulo/SP ocorrerá a 34° Mostra de Cinema de SP, no qual os idealizadores pensaram que para ganhar tempo no trânsito e se locomover de forma ágil entre as concorridas sessões da mostra de cinema, os cinéfilos vão contar com 15 bicicletários ao lado das salas de exibição. Trata-se de uma iniciativa do Instituto Parada Vital, com patrocínio da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de S. Paulo).

Para utilizar o serviço, é necessário fazer um cadastro em algum dos 15 pontos, levando um documento com foto, um comprovante de residência (ou de estadia, no caso de hóspedes de hotéis) e um cartão de crédito com saldo disponível de R$ 350.

Quem não possui cartão de crédito deve comprar o cartão ciclista por R$ 15 (R$ 7,50 ficam de crédito) na Central da Mostra (no Conjunto Nacional) ou no Frei Caneca Arteplex (no shopping Frei Caneca). O aluguel das bicicletas custa R$ 10 por hora, sendo que a primeira hora é gratuita; e é possível retirar a bicicleta em um ponto e devolvê-la em outro.

Confira a programação completa do evento

Atenção: o bicicletário serve somente para bicicletas alugadas em um dos 15 pontos. Embora sejam administrados pelo Instituto Parada Vital, que também organiza locais para deixar as bicicletas no metrô e em estacionamentos da rede Estapar, os bicicletários da Mostra não se integram com os demais.

Creio que não seria necessário cobrar dos usuários, quantia esta que ao meu ver parece um pouco elevado, partindo da ideia de que o usuário pode também colocar na balança o uso de transporte público urbano (caso conheça a rotina de horários) que é mais barato e que pode suprir sua necessidade dos intervalos de cada filme.

Mas gostaria mesmo era de bater na tecla em relação aos estacionamentos para bicicletas que são muito escassos, pouco se vê este tipo de alternativa, hoje o número de pessoas que utilizam as bicicletas como meio de transporte já aumentou muito e fica muito complicado você ter que pensar onde deixá-la, qual o tipo de segurança que terá.

Não é tão difícil construir estacionamentos para bicicleta (bicicletários, como quiser chamar). Na Europa, sistemas de troca (docuemntos pessoais) são muito bem empregados. Acho que é um caso a se pensar…

Abaixo, as salas que ganharam bicicletários, na 34° Mostra de Cinema de SP – 2010:

– Cinemateca Brasileira
– Centro Cultural São Paulo
– Cine Olido
– MIS – Museu da Imagem e do Som
– Masp (a partir de segunda, dia 25)
– FAAP (a partir de segunda, dia 25)
– Matilha Cultural
– Cine Sabesp
– Cinesesc
– Espaço Unibanco Augusta
– Cine Livraria Cultura
– Frei Caneca Artplex
– Espaço Unibanco Pompeia
– Belas Artes
– Reserva Cultural (Fonte: Guia da Folha Online)

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

3 comentários em “Salas de cinema ganham 15 bicicletários durante a 34° Mostra de Cinema de SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.