Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

12 comentários em “

  • Pingback:Eng. Daiane Santana

  • Pingback:Alex Barbosa

  • 3 de setembro de 2009 em 23:02
    Permalink

    Que belo eemplo de perseverança da natureza…..Boa postagem !!!!Como sempre genial….

  • 3 de setembro de 2009 em 23:02
    Permalink

    Quis dizer:que belo exemplo……..

  • Pingback:Helen Torrecillas

  • Pingback:Eng. Daiane Santana

  • 5 de setembro de 2009 em 10:43
    Permalink

    Sempre fui apaixonada por ipês. Depois dessa foto, ele subiu AINDA mais no meu conceito, e enraizou ainda mais no meu coração.

  • 6 de setembro de 2009 em 22:47
    Permalink

    Putz,,,,,,
    Muito boa matéria.

    O IpÊ realmente nos mostrou que na natureza tudo é possível e que se não mudarmos, ela dará um jeito de fazer isso por bem ou por mal.

    Abraços
    Dr.Chicletinho

  • Pingback:Patricia Moura

  • Pingback:Patricia Moura

  • Pingback:Patricia Moura

  • 12 de junho de 2011 em 10:33
    Permalink

    Prabéns a Família VIVOVERDE pela matéria.
    QUANDO O IPÊ FALOU MAIS ALTO
    Morro para dar lugar a hidrelétrica, sou sepultada verticalmente e ainda sirvo de sustentáculo para o meio de transporte da energia gerada pela usina que me sacrificou, tomando o meu lugar no solo. Com tanto sacrifício em benefício do maior depedrador do Meio Ambiente, que é o ser dito humano, a mãe Natureza diz: Ipê! Você ainda vai viver e quem tentou lhe matar estará vendo você florescer e mais tarde servirá de nutriente para sua espécie sobreviver.
    Por fim, digo: Ipê, eu amo você.
    Waldemir Santiago Costa
    Contra a revisão do Código Florestal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.