Água nos olhos dos outros

Um novo ano se inicia e, desejos de mudança, novas promessas e quem sabe um mundo melhor. Foi o que muitos esperavam nesse começo de 2011, mas, a realidade é que, o analfabetismo em relação à natureza e os cuidados com ela, nos mostra outro panorama.

Infelizmente as escolas só lembram da natureza no dia da arvore, o que é lamentavelmente muito pouco para os riscos que a natureza pode nos oferecer quando ignorada e maltratada.

Não sei até quando os governantes e responsáveis pela educação deste país e do mundo vão esperar para inserir a disciplina Educação Ambiental nas escolas.

A ignorância e silêncio humano são quebrados com tragédias e mais tragédias (infelizmente) em todos os janeiros de nossas vidas.

Quando ignoramos e ou desrespeitamos a educação ambiental, a natureza não nos deixa de ensinar, porém, com uma dura lição, passamos a sermos vitimas de catástrofes climáticas. Esse é o nome dado a quem não respeita os limítrofes de construção e habitação urbana.

O incrível é que toda ocupação e ou construção irregular é assessorada por nossos governantes que levam água, luz e esgoto onde não era para chegar à habitação. Afinal o interesse de defender os votos são maiores que o de defender a natureza. (O Filme Tropa II retratou isso)

Quem é o culpado quando a tragédia acontece? População culpa governo que culpa população e assim fica. O fato é que as pessoas continuam a ocupar áreas de riscos. E os municípios, estados e união continuam omissos.

Difícil dizer de quem é a culpa, por que quem não tem onde morar se abriga em qualquer lugar mesmo sendo uma área de risco, e ainda pagando o preço as vezes com suas próprias vidas.

A destruição, a dor de muitas famílias que perderam seus entes queridos e suas casas estão à mostra em todos os jornais, e por mais que as pessoas se sensibilizem e contribuam enviando mantimentos, jamais suprirá a dor de quem perdeu tudo, de quem já morava em áreas de risco por não ter escolha e agora não sabe para onde vai e nem como vai ser.

Cabe a nós Brasileiros pensar mais em quem votamos para governar, para aprovar projetos, por que quem recebeu 62% de aumento no seu salario precisam trabalhar mais e lutar para o bem estar dessas pessoas. Educação ambiental é algo urgente e indispensável para nós mesmos.

Fernanda Alves

Técnica Ambiental

5 comentários em “Água nos olhos dos outros

  • Pingback:Tweets that mention vivoverde » Água nos olhos dos outros -- Topsy.com

  • 20 de janeiro de 2011 em 21:37
    Permalink

    Pois é. Quando desmatamos áreas com declive acentuado, sem nenhum critério, estamos nos expondo ao risco iminente. Nossas leis sobre esse tema são antigas e o pessoal faz por ignorá-las. O preço pode ser alto. Vidas humanas são perdidas. Solo com cobertura vegetal absorve a grande maioria das águas das chuvas e estas infiltram no solo até atingirem o lençol freático e por este drenam num ritmo normal até os córregos ou rios. Quando desmatamos as áreas, a quase totalidade da água da chuva já bate direto no solo, causando erosão e não tendo cobertura no solo, a água escorre e vai ganhando corpo e velocidade rumo ao córrego ou rio. Isto sem contar com o solo que vem junto, assoreando o fundo do rio, tornando o mesmo mais raso e mais propenso a enchente. O resultado é isso que a gente tem visto por aí pela TV. Lamentável. Um ditado popular acaba sintetizando o drama: Aqui fazemos e aqui pagamos. Não deveria ser assim. Deveríamos cuidar mais na Natureza que é a nossa Casa no sentido holístico do termo, numa visão mais abrangente. Abraço a todos e parabéns à Fernanda!!!

  • 21 de janeiro de 2011 em 8:28
    Permalink

    Bom dia Fer !!!
    Como já disse em post anterior, “somos protagonistas de cada relato seu”, e devemos fazer a nossa parte, mesmo que achamos que ela não vá fazer diferença, pelo fato de ser só a minha opinião.
    Com certeza a minha opinião faz a diferença quando encontramos pessoas, como as que fazem parte desta revista eletrônica, e sabemos que não estamos só, e o pouco que faço se torna muito quando somado a opinião E atitude de pessoas com objetivo de cuidar do que é nosso.
    Espero estar fazendo bem a minha parte.
    Bjus Fer, e mais uma vez,
    PARABÉNS.

  • 24 de janeiro de 2011 em 8:58
    Permalink

    FERNANDA, PENA QUE MUITAS PESSOAS NÃO TEM ACESSO AS COISAS MARAVILHOSAS QUE VOCÊ ESCREVE, POIS NA MINHA OPINIÃO SÃO MUITO VERDADEIRAS E QUE PODERIAM ESTAR FAZENDO COM QUE MUITAS PESSOAS PARASSEM PARA PENSAR SOBRE A SUA PARCELA DE CULPA NESTA FURIA DA NATUREZA. PARABENS PELO SEU TRABALHO, COMO SEMPRE MUITO BEM ESCRITO!

  • 24 de janeiro de 2011 em 19:26
    Permalink

    Ótimo texto, concordo com você sobre a necessidade de educação ambiental!! Parabéns!! 😀

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.