Deputados do TO visitam UHE de Estreito

TOPOACONTECENOTO

Uma comitiva, formada por 12 deputados, visitarão as obras da Usina Hidrelétrica de Estreito (UHE) nessa quarta-feira, 25. Na programação está prevista a ida ao canteiro de obras e um momento para o CESTE apresentar como está conduzido a construção do empreendimento.

imagemuhe

O deputado Marcello Lelis (PV), um dos membros da comissão, ressaltou que irá conhecer o trabalho feito pelo CESTE, mas também buscará falar com os impactados pela usina. “É preciso conhecer os dois lados da história, quero conversar com os ribeirinhos, os atingidos pela barragem, os movimentos sociais”, frisou o deputado.

O objetivo de levar os 12 deputados é conhecer as instalações e averiguar se o Termo de Compromisso firmado entre CESTE e Ibama está sendo cumprido. O autor da idéia da visita na hidrelétrica é o deputado César Halum (PPS). A Comissão é formada pela deputada Josi Nunes (PMDB) e pelos deputados Marcelo Lelis, César Halum, Stalin Bucar (PR), Manoel Queiroz (PPS), Toinho Andrade (DEM), Fábio Martins (PDT), Raimundo Palito (PP), José Geraldo (PTB), Sargento Aragão (PPS).

A UHE de Estreito, a maior entre as 45 usinas licitadas entre 1998 e 2002, provocará grandes impactos ambientais e sociais. Movimentos sociais apontam que, além dos ribeirinhos, quilombolas e indígenas serão impactados também. O parque nacional Chapada das Mesas, no município de Carolina (MA) e o Monumento Natural das Árvores Fossilizadas, em Filadélfia (TO), também estão na área de impacto provocado pela hidrelétrica.

Reivindicações

Representantes de 3 mil famílias impactadas pela usina estiveram reunidos com o deputado César Halum (DEM) na Assembleia Legislativa no dia 17. As lideranças disseram que o CESTE não reconhece os direitos da maioria dos impactados como, por exemplo, as categorias profissionais de barqueiros, catadeiras de coco babaçu, oleiros, vazanteiros, barraqueiros, pescadores entre outros. Para um dos integrantes do grupo, Dalcivan Coelho, todas essas atividades estão sendo comprometidas em razão da obra. “ Todos esses trabalhadores precisam ser indenizados ou ficarão sem direito a nada. Fizemos várias mobilizações, mas sem êxito”, afirmou.

A usina está localizada na região Norte do Brasil, no rio Tocantins, na divisa dos Estados do Tocantins e Maranhão, nos municípios de Estreito (MA), Aguiarnópolis e Palmeiras do Tocantins (TO). Os municípios diretamente atingidos pelo lago serão: Estreito e Carolina (MA), e Aguiarnópolis, Babaçulândia, Barra do Ouro, Darcinópolis, Filadélfia, Goiatins, Itapiratins, Palmeirante, Palmeiras do Tocantins e Tupiratins (TO).

Fonte: ASCOM

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

4 comentários em “Deputados do TO visitam UHE de Estreito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.