Empresa investe em modelitos que oferecem conforto e elegância para as mães que estão amamentando

Foto: Divulgação

A gravidez é aquele momento tão sonhado e esperado por várias mulheres. Toda a rotina, prioridades e planos mudam, pensando exclusivamente nesse novo serzinho que está sendo formado. Afinal, ele agora é o centro de tudo. Momento aguardado pelas novas mães, é na fase da amamentação que se sente a conexão e o prazer em poder alimentar aquele ser tão pequeno e frágil. Mas nem sempre é fácil. Existe o desconforto, dores, dificuldade na produção do leite e, além de tudo isso, muitas mamães lidam com a dificuldade em encontrar roupas que sejam confortáveis, práticas e bonitas, por que não? 
Foi pensando em todos esses obstáculos e dificuldades que as empresárias Millena Lopes e Polliana Ribeiro, da grife Vestido de Chita, resolveram criar uma linha de roupas que facilite a amamentação. O objetivo é otimizar e proporcionar mais agilidade para as mulheres que estão passando por este período. Segundo elas, muitas clientes reclamavam de roupas que dificultavam o processo de amamentação, principalmente quando estavam fora de casa. “Nos surpreendeu a quantidade de mulheres que reclamavam de não encontrar no mercado roupa com abertura frontal para encaixe do seio. Então, nós voltamos parte da nossa produção para esse perfil”, destacam. 
As roupas, pensadas em oferecer praticidade, contam com botões, zíperes e decotes, que facilitem a retirada da mama. “Acabamos incorporando esse nicho na nossa produção, e, hoje, essas clientes são quase que metade do nosso público, não só em Brasília, mas em todo o Brasil”, comentam, ao explicar que apesar de pensadas para lactantes, as roupas também podem ser utilizadas para todas as mulheres e em qualquer ocasião. “São peças práticas e modernas”, definem.  
Elas destacam ainda que é muito importante não só pensar na questão do conforto, mas também da estética, para valorizar a autoestima das mães. “A mulher no pós-parto, muitas vezes, não tem tanto tempo para cuidar de si, e precisa de reforços para lembrar que ela é bonita e, principalmente, que é uma mulher, não apenas uma mãe. Por isso, pensamos cuidadosamente no design, pesquisamos tendências, sempre aliando conforto, praticidade e beleza”

Nota da editora: Você pode até pensar que maternidade não tem muito a ver com meio ambiente, mas tem sim... É uma fase em que muda-se muito de roupas e pensar em uma linha em que pode ser usada em outros momentos  é interessante e ajuda na diminuição da perdas mais facilitadas destas vestimentas.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.