Pequi: ou você ama ou odeia!

É isto mesmo, não há meio termo, por ter um aroma forte, muitas pessoas teem receio do fruto. O Pequi (Caryocar brasiliense; caryocaceae) é uma fruta nativa do cerrado brasileiro, muito utilizada na cozinha nordestina, do centro-oeste e norte de Minas Gerais. Dela é extraído um azeite denominado azeite de pequi. Seu caroço é dotado de muitos espinhos, e há necessidade de muito cuidado ao roer o fruto, evitando cravar nele os dentes, o que pode causar sérios ferimentos nas gengivas.

Foto de um pequizeiro próximo a minha casa.(Palmas/TO)
O sabor e o aroma dos frutos são muito marcantes e peculiares. Pode ser conservado tanto em essência quanto em conserva. Símbolo da cultura do Estado de Goiás, cuja frutificação ocorre entre os meses de setembro e fevereiro e pode ser encontrado também em vários outros Estados do país.

A árvore tem geralmente 10 metros de altura, tronco de casca áspera e rugosa. Folhas pilosas, compostas, formadas por três folíolos com as bordas recortadas. Grandes flores amarelas, vistosas.

Fruto do pequi, detalhe para os espinhos. O bioma onde é encontrado o fruto é o cerrado no qual é a maior e mais rica savana do planeta, e possivelmente a mais ameaçada do mundo, fatores que colocam essa região entre as 25 regiões mundiais de alta prioridade para a conservação. São conhecidas atualmente no Cerrado mais de 10.000 espécies de plantas vasculares, 200 espécies de mamíferos, 840 espécies de aves, 250 espécies de répteis, 150 espécies de anfíbios e 1200 espécies de peixes.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

16 comentários em “Pequi: ou você ama ou odeia!

  • 10 de dezembro de 2008 em 17:36
    Permalink

    eu heim..vamu parar “porra” aqui, pq essa conversa ta ficando estranha!rs

  • 10 de dezembro de 2008 em 17:48
    Permalink

    sim senhor hauhauha 😛

  • 10 de dezembro de 2008 em 22:33
    Permalink

    ta certo!! vou linka-la! rs

  • 11 de dezembro de 2008 em 10:07
    Permalink

    Mas não entendi, se come o fruto inteiro ou só o caroço?
    Parece um abacate com 4 caroços dentro…
    E vc? Ama ou odeia o pequi?
    Bjos

  • 11 de dezembro de 2008 em 10:28
    Permalink

    Pois é… respondendo …

    Na verdade a pessoa “roi” o caroço de Pequi… claro que não é até chegar aos espinhos mas sim .. roi a polpa do fruto ^^

    E quanto a eu amar ou odiar….

    EU AMO MUITO PEQUI hehee

    Por isto que coloquei no fim da matéria

    “goiana”

    😀

  • 11 de dezembro de 2008 em 12:59
    Permalink

    bem… eu entro na parte do odeio…
    sobre o comentado no final do seu texto, a respeito do cerrado brasileiro, realmente é um bioma que precisa ser preservado… está sendo demaisadamente explorado pela agricultura monocultora… mas se serve uma sugestão, poderia-se substituir os pés de pequi pelas plantações rsrss
    assim acabava-se com esta fruta fedorenta rsrss

  • 11 de dezembro de 2008 em 14:59
    Permalink

    ha ha ha NUUUUUUUNCA …. substituir Pequi por outra planta …. é a PLANTA RAINHA DO CERRADO \o/

    e outra … ler uma coisa dessas é como apunhalar um GOIANO PELAS COSTAS hehe

    a coisa é séria meu amigo 😛

    Mas tá valendo… por isto que eu dissse… uns AMAM e o oitros ODEIAM hehehe 🙂

  • Pingback:jwallysson

  • 14 de outubro de 2009 em 10:49
    Permalink

    Ai gente que isso deveria ser uma ofensa esse comentario mesmo ser vc ama ou ser odeia nunca devemos substituir nada porque nada nesse mundo e substituindo eu aindanão tiver o prazer de esperimentar essa fruta mais dever ser muito boa só a cara dela e otima eu sou carioca e nunca vir vendendo por aqui mais quando eu tiver oportunidade de vou deixar um comentario fala dessa fruta não vou fala mal ser eu não gosta porque cada um tem um gosto.

    beijos para todos…;,.

  • Pingback:Eng. Daiane Santana

  • Pingback:Douglas Belle

  • 14 de outubro de 2009 em 11:53
    Permalink

    I love Pequi!! (lembra minha infancia!)

  • 14 de outubro de 2009 em 12:16
    Permalink

    Adoro!
    Frango com pequi.
    Arroz com pequi.
    Pequi
    pequi
    pequi.
    Saudades do cerrado.
    Morei 9 anos em Uberlândia e lá se vende ou se vendia, na época da fruta, por ambulantes nas esquinas.
    Cheiro inebriante, poderia dizer. Inconfundível e muito estimulante ao paladar.

  • 14 de outubro de 2009 em 13:15
    Permalink

    Pequi, te odeio. #jeversei kkkk

  • 31 de janeiro de 2012 em 11:53
    Permalink

    ola!!!
    Não conheço o pequi pq na região onde moro não tem,mas gostaria muito de conhecer e provar pq um amigo de costa rica me falou que é uma fruta muito cheirosa e gostosa e pq não experimentar né…muito interessante essa fruta achei muito linda a cor dela ,uma cor convidativa a experimentar o fruto…abraço(sou do MS)

  • 31 de janeiro de 2012 em 12:01
    Permalink

    Meninaaa!! Você mora aqui no Brasil e não experimentou ainda? (rs) engraçado ler este seu relato, pelo fato do seu amigo já o ter experimentado. Mas enfim, fica aqui o meu convite (rs) quando vier ao TO eu ajudo nesta empreitada 9rs), mas venha em temporada =D Seu comentário me ajudou a pensar em elaborar uma matéria de como conservar. Vou providenciar o quanto antes (rs) Valeu!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.