Dia Mundial do Meio Ambiente

Hoje dia 5 de junho de 2011 (o ano internacional das florestas) comemoramos o dia mundial do meio ambiente, acredito que a palavra que descreve bem o que desejamos comemorar é: sustentabilidade.

As questões relativas ao meio em que vivemos vêm atormentando a humanidade há algum tempo. O homem quando percebe que os recursos naturais não são infinitos e que deles depende, se depara com uma situação delicada. Mas sabemos que são os momentos difíceis que nos fazem evoluir. É nesse contexto que surge a sustentabilidade!

Desenvolvimento sustentável é a única saída para os problemas ambientais que enfrentamos.  É um meio de produzir e aliar recursos naturais e sociais.

Esse conceito surgiu na publicação “Nosso Futuro Comum” em 1987, também conhecido como relatório de Brundtland. Nesse documento foi definido pela primeira vez “desenvolvimento sustentável” como o  que atende as necessidades das gerações atuais sem comprometer a capacidade das futuras gerações de terem suas próprias necessidades atendidas.

Atualmente este conceito tem pautado a conduta de várias empresas, entidades governamentais e cidadãos. É o início de uma era na qual os recursos naturais são valorizados e por causa deles toda a sistemática de pensamento e produção é alterada.

A difusão desse modo de vida é o que irá fazer a diferença para futuro, pois os seres humanos têm necessidades básicas como alimentação e vestuário, mas também a sociedade é de capital e isso não podemos negar.

Nosso papel como indivíduos é privilegiar produtos que atendam tanto as normais ambientais como preguem a política da sustentabilidade nas empresas, bem como agir de modo consciente em nossas próprias vidas.

Atitudes simples como evitar usar o carro, separar o lixo, usar produtos orgânicos, apagar as luzes, economizar água, reutilizar embalagens entre outras são essenciais para atingirmos melhores condições de vida.

Importante lembrar que ainda estamos no princípio de um processo tanto de conscientização como de mudança de hábitos, muito ainda precisa ser feito.

No geral o resultado é positivo, hoje temos que comemorar, pois a mudança  já começou!

Luiza de Araujo Furiatti