Oriente Médio inaugura maior usina de energia solar do mundo

Com a promessa de abastecer 20.000 casas a Shams Power Company entregou ao mundo no último dia 13, a Shams 1, maior usina captadora de energia solar do planeta.
A façanha prevista para a capacidade da usina é a de deslocar 175.000 toneladas de CO2 por ano, o equivalente ao plantio de 1,5 milhão de árvores ou tirar cerca de 15.000 veículos das ruas. Putz!
São 258 mil espelhos espalhados em quase três quilômetros quadrados, que ligados a 768 unidades coletoras, prometem dar conta do recado.

O maior projeto de energia solar do mundo também teve o maior financiamento para obras neste quesito, empregando mais de 11.000 trabalhadores em sua construção, custou a bagatela de 600 milhões de dólares.
O curioso é que está usina gigante foi construída nos Emirados Árabes Unidos país que está entre os dez maiores produtores de petróleo do planeta, dando uma lição (sem querer ou não) ao resto do mundo, de que podemos e devemos sim cada vez mais parar de sangrar a Terra em nome do “progresso e riqueza”.
Será isto uma consciência ambiental árabe?
Vamos torcer para que a resposta seja sim!

A usina que está a 120 quilômetros de Abu Dhabi, engloba várias tecnologias distintas aproveitando o máximo de calor térmico para produzir eletricidade.
No processo, centrais CSP concentram a radiação solar (luz solar) através dos espelhos. A radiação concentrada chega a um receptor que é aquecido a temperaturas muito altas. A partir daí o calor é transportado para um gerador de vapor, onde a água é convertida em “vapor sobreaquecido”. Esse vapor aciona uma turbina que coloca um gerador elétrico em movimento, como em uma usina convencional de combustível fóssil.
Simples não é? rs
Grande abraço!

Por Tomé Ferreira

Fonte:
shamspower.ae