Para onde está indo a água dos reservatórios de São Paulo?

 Divulgação/Volume Vivo

Divulgação/Volume Vivo

A empresa Volume Vivo está produzindo um documentário sobre o desaparecimento da água dos principais reservatórios do Estado de São Paulo.  Sem chuvas, o Estado de São Paulo enfrenta a pior estiagem dos últimos 70 anos de sua história. A cidade de São Paulo é conhecida nacionalmente por seu tempo/clima imprevisível com fortes chuvas e temporada de enchentes repentinas. Além dos altos níveis de calor no verão.

 Divulgação/Volume Vivo

Divulgação/Volume Vivo

“O objetivo é levar à sociedade civil um maior entendimento sobre a gestão da água na região, encarando a crise como um momento para repensamos o modo como lidamos com a água na macrometrópole paulistana”, disse o autor do projeto.

A campanha é de iniciativa privada do  Caio Silva Ferraz, criador do documentárioEntre Rio, mas conta com o apoio de doação no site: Sibite, o total orçado para o financiamento da série de videos que vai contar a história da trajetória da água em São Paulo está estimado em R$: 62,00 mil reais. O Volume Vivo espera arrecadar entre R$ 10 a R$ 30 mil  com a iniciativa pública até o dia 04/10. 

ENTRE RIOS from Caio Ferraz on Vimeo.

Fonte: Rádio Web Água