A importância do conhecimento do MIF – Manejo Integrado do Fogo, para a não propagação de Fakenews

Recentemente falamos aqui no PortalVV sobre o MIF – Monitoramento Integrado do Fogo, e observamos que ainda há uma grande desinformação perante a população em relação ao manejo (formas de lidar) com o fogo, nem tudo é queimada, incêndio ou ruim. Como no texto, dá para ser feita uma queima controlada sem interferir diretamente no ecossistema e de forma benéfica, usando estudos de clima, vento, umidade e outros parâmetros para tal. Vou usar as palavras do Eng. Wallace Lopes em seu Facebook abaixo, para representar o quão problemático certos vídeos compartilhados na internet podem prejudicar trabalhos sérios, que são realizados não apenas aqui no Brasil com o manejo do fogo, mas em diversas regiões do mundo onde este elemento é essencial para o ecossistema.

Fonte: Desconhecida / Favor não replicar este vídeo sem o texto abaixo.

Tenho recebido esse vídeo de várias pessoas e, infelizmente, a falta de conhecimento sobre a forma como se dá a prevenção e o combate a incêndios florestais levou a essa espécie de Fake News.

O que está sendo feito pelos brigadistas no vídeo é uma técnica mundialmente conhecida chamada Manejo Integrado do Fogo (MIF). Essa técnica pressupõe, basicamente, a execução de queimas controladas no início do período de seca (junho e julho) e em locais com maior risco de ignição.

Realizando as queimas nessa época, se reduz a quantidade de combustível (biomassa) na época mais seca, diminuindo drasticamente o risco de grandes incêndios florestais. Isso é feito para, mas não somente, proteger o entorno de áreas mais sensíveis como Terras Indígenas, Unidades de Conservação e até mesmo plantações.

Como boa parte dos incêndios florestais iniciam nas beiras de estradas, a realização do MIF nestes locais, como no caso do vídeo, é prioritária por reduzir significativamente o risco de ignição e propagação de incêndios florestais na época seca. O nome daquele instrumento que tá sendo utilizado pelo brigadista chama-se pinga fogo e é exatamente para isso que ele serve.

Estas queimas controladas estão legalmente previstas no Código Florestal (Art. 38 da Lei 12.651/12) e são realizadas em locais específicos, após intensa análise dos aspectos econômicos, sociais e ambientais. É uma técnica praticada em quase todos os países que lidam com problema de grandes incêndios como a Austrália, África do Sul, Portugal, Espanha, EUA, etc…

Bastava o cidadão que filmou ter parado e perguntado para os brigadistas que eles explicariam (com muito mais propriedade que eu) do que se tratava.


Normalmente é colocado este comunicado nos locais onde há MIF:

Comunicado-queimas-2020-1

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.