Até que ponto os modelos de startups ambientais são realmente verdes?

(Foto: Thinkstock)

Participei por anos da comunidade de startups, pude conhecer de perto todos os processos e principalmente como chamar o jovem para esta área, nem todos vão se aliar às técnicas e engajamentos que a comunidade prega, até porque, nem todo mundo tem o jeito para o ramo empreendedor, mas tudo bem, errar e acertar é algo que o ser humano leva um tempo para aceitar. Hoje, entendo que nem todo modelo de negócio é realmente sustentável ou pelo menos vai de encontro a toda luta trabalhista ao qual muitos brigaram e até morreram para chegarmos em políticas públicas trabalhistas que valorizem o Homem!

Para um modelo de negócio sustentável ser realmente “verde”, as “startups verdes”, ou cleanteachs (sim, já deram até nome) vai muito além de trabalhar com técnicas ambientais com impactos ambientais positivos, ele precisa englobar a comunidade e principalmente todos os atores que o permeiam, quando falo isto, cutuco no caso de ganhos justos, onde todos saem ganhando, o homem, o meio, o ambiente e os recursos renováveis ou não.

Porém, ainda sim, existem modelos de negócios, geralmente provenientes de estudos universitários, pesquisas em que a sustentabilidade é um pilar e podem ser replicadas à um modelo de startup, sem gerar perdas ou ganhos só de “um lado”. Apresento abaixo três desdes modelos de startups:

Marina Tecnologia

Transformar as cinzas do arroz em matéria-prima para a produção do pneu verde é uma das soluções oferecidas pela Marina Tecnologia. Fundada em 2009, a startup desenvolve materiais para a indústria, utilizando fontes renováveis. “O mercado da química é muito tradicional. Eu queria quebrar o paradigma de que soluções sustentáveis são mais caras”, diz Diana Finkler, fundadora da empresa.

Segundo empreendedora, a cinza do arroz é uma opção para extrair a sílica, principal matéria-prima do pneu. Ela afirma que a solução tem menor custo e não agride tanto o meio ambiente. Saiba mais no link.

Sunew

A Sunew produz painéis orgânicos para captar a energia solar, que pode ser usada para recarregar veículos. “Enquanto seu carro está estacionado, você pode recarregá-lo”, diz Tiago Alves, CEO da empresa.

Criada em 2015, a startup usa material orgânico para produzir seu painel solar. “O produto tem uma pegada de carbono 20 vezes menor que a dos outros painéis vendidos no mercado”, afirma Alves. Segundo o executivo, a membrana do painel é flexível e transparente, o que permite a fácil instalação na fachada de um prédio, por exemplo. Confira a matéria completa neste link

Eco Panplas

Fundada em 2014, a empresa  oferece soluções com o intuito de descontaminar embalagens plásticas de óleo lubrificante sem a utilização de água. “O plástico sai totalmente seco e limpo e não deixa vestígio de nenhuma substância viscosa”, afirma Felipe Cardoso, fundador da empresa.

Além disso, o óleo residual não é jogado fora. Ele pode ser reaproveitado, assim como os rótulos da embalagem. Atualmente, a Eco Panplas já limpou mais de 4 milhões de garrafas de óleo. Confira mais informações no link.

Estes modelos acima, são projetos excelentes, percebe-se que foram criados a partir de um bem comum, Mas.. entenda, nem toda grande startup é digna do seu crescimento pensando no próximo, ou num formato em que beneficie a pessoa lá da ponta… Acredito que para haver uma sustentabilidade, e talvez a palavra não seja nem esta, ainda há muito que se mudar os modelos existentes por aí, torna-los mais humanos… Além de uma legislação para modelos de negócios tão recentes que venham a melhorar a situação de quem precisa disto! Para investir em negócios de impacto social é preciso enxergar a sustentabilidade de forma ampla

E você, o que acha de tudo isto? Está certo?

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.