Mudanças climáticas por Paulo Artaxo



Ontem à noite (22/09) enquanto assistia TV, no programa Invenção do Contemporâneo da emissora TV Cultura, o físico Paulo Artaxo mostrou com os dados do relatório do IPCC de 2007, como o aumento de temperatura da Terra é causado principalmente pela ação do homem, a relação entre eventos climáticos extremos e o aquecimento global dentre outros assuntos.

Aumento da Temperatura

Segundo ele, o aquecimento será mais forte em áreas continentais, causando um impacto nas chuvas. Ocasionando o aumento do nível do mar, com uma previsão de que para os próximos 100 anos poderá aumentar de 20 a 40 centímetros, em algumas regiões como o Recife, já sofre com erosões, a Amazônia sofreria com o avanço da água salgada. Com o aumento de mais de 4° C pode ser que haja a redução da precipitação e uma liberação de 356 toneladas de carbono armazenado.

Em relação aos Impactos Ambientais vindos do aumento da temperatura, pode-se citar, a falta da disponibilidade de água, o déficit na produção de alimentos, ocasionando perigos a alimentação global, afetando assim a saúde humana.

Eventos extremos

Há de se ter novos mecanismos para eventos extremos, como ventos e chuvas mais intensas, como é o caso de Bangladesh com a ocorrência de desastres.

O Brasil

As queimadas equivalem a 75% das emissões de gás do efeito estufa, ocasionando a destruição do ecossistema. Sabe-se que reduzir este número é fácil, mas esbarra nas políticas públicas. O desmatamento e as queimadas são originados na maior parte por causa da crescente cultura de gado, as madeireiras, plantação de cana-de-açúcar e também agricultura familiar, sem contar em vários outros fatores que também contribuem. Mesmo assim o país ainda comemora uma “redução no desmatamento”, às vezes até parece que foi por conscientização da população, mas a verdade é que a soja já vem perdendo um pouco do seu mercado de exportação, o que evidencia em uma menor procura em terras para plantio na Amazônia, o que acaba diminuindo assim o desmatamento para estas áreas.

Nosso país está em 5° (quinto) lugar nos maiores emissores de gás do efeito estufa, perdendo apenas para Estados Unidos, China, Rússia e Japão.

Política Ambiental – soluções

Transporte público de qualidade, reduzindo a emissão de (CO²) dióxido de carbono, por causa do número de carros que deixarão de circular pelas ruas.

Diminuição do IPTU, para pessoas que adquirem energia solar em suas residências, provocando uma mudança de hábitos, no padrão de consumo de energia, assim acontece também com as pessoas que decidem mudar o motor de seus carros porque sabe que há realmente um benefício (ou muda, ou muda).

Alarmismo

A revista Isto é, publicou recentemente sobre notícias de cientistas que provocam grande impacto social em relação às mudanças climáticas, o professor Artaxo explica que, os relatórios do IPCC foram feitos por 1500 cientistas no período de 5 (cinco) anos, no qual há sim aquelas estatísticas que são bem catastróficas(aumento da temperatura em mais de 5°C daqui 50 anos) e também aquelas que não ( um aumento de 2°C na temperatura daqui 50 anos), retira-se então uma média da concordância destas opiniões dos 24 modelos analisados pelo IPCC e é este que geralmente é mostrado pela impressa mundial a população.



Daiane Santana

Sobre a entrevista – Mudanças climáticas e o papel dos aerossóis – concedida pelo Físico Paulo Artaxo ao programa Invenção do Contemporâneo da emissora TV Cultura.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

Um comentário em “Mudanças climáticas por Paulo Artaxo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.