No Dia Mundial do Meio Ambiente, Nespresso reforça compromisso com a gestão de resíduos

Marca investe R$ 5 milhões por ano em reciclagem no Brasil

Photo by Engin Akyurt from Pexels

Como parte da estratégia global para garantir que cada xícara gere impacto positivo, a Nespresso investe mais de R$ 5 milhões de reais por ano em ações ligadas à reciclagem de cápsulas de alumínio no Brasil. A marca iniciou a reciclagem localmente em 2011, criando um sistema próprio de separação do alumínio e da borra de café. A operação do Centro de Reciclagem Nespresso, na região metropolitana de São Paulo, é o grande foco do investimento, já que recebe atualmente 20% das cápsulas comercializadas.

Dentro do investimento, também estão contempladas ações de comunicação com o consumidor, que buscam aumentar a taxa efetiva de reciclagem. “Existem diversos mitos sobre o consumo de café em cápsulas. Muitos de nossos consumidores não sabem que nossas cápsulas são recicláveis. Por isso, estamos focados em dar cada vez mais transparência ao nosso trabalho e à importância da destinação correta do alumínio, material infinitamente reciclável, e do pó de café, que se transforma em adubo”, comenta Claudia Leite, responsável pela área de Criação de Valor Compartilhado da Nespresso no Brasil. Hoje, mais de 80% dos consumidores têm acesso à reciclagem por meio de um dos mais de 90 pontos de coleta de cápsulas espalhados pelo País.

O pós-consumo das cápsulas é parte fundamental do compromisso da Nespresso com a sustentabilidade, mas o trabalho da empresa envolve a cadeia inteira, desde o plantio, passando pela fabricação e pela distribuição, até chegar à reciclagem efetivamente. Segundo Sonia Karin Chapman, Diretora Executiva da Rede Empresarial Brasileira de Avaliação de Ciclo de Vida (Rede ACV), “impactos ambientais e sociais precisam ser compreendidos no ciclo de vida completo, desde a extração de matérias-primas, passando pela produção, pelo consumo, até o descarte ou início de novo ciclo”.

O desperdício de alimentos globalmente chega a mais de 30%, segundo dados da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura). O sistema de cafés porcionados utiliza a quantidade exata de água, café e energia para preparar uma dose, evitando o desperdício na casa do consumidor. Diversos estudos comparativos entre diferentes métodos de extração de café já foram publicados e podem ser acessados neste link.

Por meio da plataforma The Positive Cup, a Nespresso vai oferecer uma solução conveniente de reciclagem para 100% dos consumidores até 2020. Para saber mais sobre este compromisso e demais iniciativas, acesse o site da marca.

Serviço: 
Visitas ao Centro de Reciclagem da Nespresso 
Local: Região Metropolitana de São Paulo (SP) 
Inscrições pelo site: https://www.nespresso.com/centro-de-reciclagem/inscricao 
Tour Virtual ao Centro de Reciclagem da Nespresso Link: https://www.nespresso.com/centro-de-reciclagem/

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.