Órama lança Plataforma de Propósitos, que estreia em parceria com Médicos Sem Fronteiras

Plataforma irá destinar 50% da receita gerada por investimento de propósito para a organização médico-humanitária.

Fonte: MSF

Às vezes visto como um polo distante da responsabilidade social, o universo financeiro ganha a partir de hoje um aliado para romper com o estereótipo. É a Plataforma de Propósitos, iniciativa pioneira da Órama que inaugura um movimento revolucionário no segmento. Desenvolvida para agregar organizações com propósitos específicos – sociais, culturais, ambientais, educacionais, esportivos -, a Plataforma de Propósitos (https://www.orama.com.br/plataformadepropositos) estreia com a organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras (MSF), que se destaca, entre outras ações, no combate a pandemia de Covid-19, epidemias como a do ebola, guerras e desastres naturais, além de prover cuidados de saúde a populações no mundo sem acesso a serviços médicos.

“É muito importante lançar este conceito com MSF, porque é uma organização que faz um trabalho inquestionável e vai nos ajudar a demonstrar como o mundo financeiro pode impulsionar um mundo mais igualitário e justo. Nossa plataforma inaugura uma nova forma de pensar e agir no mundo financeiro”, explica Habib Nascif, CEO da Órama Investimentos.

O conceito de investimento com propósito permite que as pessoas escolham qual causa querem ajudar a partir da receita que seus investimentos geram às instituições financeiras. Em vez de esses valores serem direcionados integralmente à instituição financeira, metade da receita é doada às organizações parceiras, comprometidas com um ideal.

“Atuamos em mais de 70 países levando cuidados de saúde às populações em situação de maior vulnerabilidade, tanto para ajudar a tratar pacientes com COVID-19 quanto para ajudar a conter novos contágios. A nossa resposta à pandemia ocorre em paralelo aos outros inúmeros projetos e atividades que continuamos a desenvolver nesse quase meio século de existência em outros contextos de crise humanitária como desnutrição, outras epidemias como a de sarampo, populações que sofrem em territórios conflagrados, entre outras situações extremas. Acreditamos que essa parceria poderá nos ajudar a salvar muitas vidas”, observa Leanne Neale, diretora de Captação de Médicos Sem Fronteiras no Brasil.

Como funciona?

A transação financeira acontece em uma plataforma de investimentos online com a marca e características do parceiro. Ali, os interessados em ajudar MSF – ou outros parceiros com propósito – têm acesso a mais de 650 fundos de investimento da Órama. O cliente, então, escolhe o fundo mais adequado ao seu perfil ou faz a portabilidade, garantindo o mesmo rendimento que teria onde seus recursos estavam aplicados. Ao mesmo tempo, ajuda uma causa com a qual ele tem afinidade. Ao realizar a aplicação financeira, já está contribuindo. Isso tudo é possível através do white label, modelo de negócios em que a plataforma de investimentos é customizada para as organizações parceiras.

Vale destacar que o projeto tem um formato sustentável, porque gera uma receita recorrente às organizações sociais e humanitárias, sem que o cliente perca qualquer rentabilidade em seus investimentos.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.