A arte de desaparecer – Animais miméticos e camuflagem, o que são e como vivem!

photo5386326565203322817

Dia desses eu publiquei em minha capa do facebook esta imagem acima e rolou um espanto por meio de alguns, tem gente que acha bonito, outros estranho e até mesmo fantástico! Eu particularmente fico com o último, acho lindo de mais, a natureza tem destas coisas! Mas ficou aquela dúvida, são animais miméticos ou apenas camuflagem? Vamos às definições:

Mimetismo consiste na presença, por parte de determinados organismos denominados mímicos, de características que os confundem com um outro grupo de organismos. (Wiki)

Por exemplo o bicho-folha é confundido com a folha de determinada espécie de planta. Essa semelhança pode se dar principalmente no padrão de coloração, textura, forma do corpo, comportamento e para todas as características químicas, e deve conferir ao mímico uma vantagem adaptativa.

Difere da camuflagem, que é o conjunto de técnicas e métodos que permitem a um dado organismo ou objeto permanecer indistinto do ambiente que o cerca.

Mimetismo é o caso em que uma espécie possui características que evoluíram especificamente para se assemelhar com as de outras espécies, um exemplo de evolução convergente.

Essa semelhança confere vantagens, tais como proteção contra predação para um ou ambos os organismos, através de algum fluxo de informação entre os organismos miméticos e mimetizados, e o agente que recebe os sinais miméticos (agente de seleção). O agente de seleção (predador, simbionte, ou hospedeiro de parasita, dependendo do tipo de mimetismo encontrado) interage diretamente com os organismos aparentemente similares e é iludido por sua similaridade.

Este tipo de seleção distingue o mimetismo de outros tipos de semelhança convergente, resultantes de outras forças seletivas, como a camuflagem, que se refere ao padrão de coloração e textura, que torna um organismo semelhante ao seu entorno, dificultando a sua detecção. Da uma olhada em algumas camuflagens legais:

photo5388578365017008049photo5388578365017008065photo5388578365017008103photo5391128669352732585photo5391128669352732606

O mimetismo é diferente da camuflagem, muitas destas imagens acima são de animais que se camuflaram para “enganarem” seus predadores. Abaixo mostro alguns amimais e vegetais que realmente evoluíram de forma mimética:

200px-Fly_Orchid_(Ophrys_insectifera)_-_geograph.org.uk_-_1330567
Orquídea mimetizando fêmea de artrópode.
320px-Ant_Mimic_Spider
Aranha mimetizando formiga.
360px-Heliconius_mimicry
Um dos anéis miméticos mais conhecidos entre espécies de borboletas Heliconiinae neotropicais.
Alcidis_agathyrsus_&_Papilio_laglaizei
A borboleta Papilio laglaizei (abaixo) é um mimético batesiano da mariposa venenosa Alcides agathyrsus (acima) na Nova Guiné.

Interessante não é? E você? O que achou? Ainda tem dúvida? Comente .o/

Há, se vejam estes vídeos de polvos que conseguem se camuflar de forma “mágica”! (tem legenda em CC):

 

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.