Canudo comestível substitui o de plástico e contribui com o meio ambiente

Para contribuir com o meio ambiente, a startup Sorbos lançou um canudo comestível que pode substituir os descartáveis. Ele é feito de gelatina e pode ser consumido após seu uso. Além disso, é oferecido em sabores diferenciados, agradando assim, o paladar de todos. Entre eles, morango, lima limão, maçã verde, canela, gengibre e chocolate.

E para ficar ainda melhor, o canudinho, como é chamado, possui somente 24 calorias e pode também servir como adubo de plantas, já que é biodegradável.

Canudos comestiveis – Foto: Google Imagens

Canudinho comestível é nova atração de eventos infantis e adultos

Feito de açúcar, amido de milho e gelatina, o canudo comestível é ideia de Victor Sánchez, um espanhol que trabalhava como barman e sentiu a necessidade de encontrar uma solução para os canudos de plásticos que eram descartados em grande quantidade no estabelecimento.

Sánchez queria encontrar uma saída para o uso excessivo de descartáveis no mundo e começou a se preocupar com os canudos, que levam cerca de 400 anos para se decompor na natureza.

Sem contar que, conforme ia pesquisando, teve acesso a diversas notícias de que esses canudos, quando paravam no oceano, eram responsáveis pela morte de vários animais marinhos.

Canudo de plástico traz muitos problemas ao meio ambiente

Esse produto é aparentemente inofensivo, porém, se tornou uma praga para o meio ambiente. Conforme pesquisas, nos Estados Unidos são cerca de 500 milhões desses canudos usados diariamente.

Como são feitos de polipropileno ou poliestireno, na maioria das vezes, ele pode ser reciclado. O problema é que dificilmente entram no lixo reciclável, causando um problema ambiental, já que levam cerca de 400 anos para se decompor e podem ir direto para o mar, prejudicando os animais que vivem por lá, como já mencionamos.

A solução para o uso de canudinhos

O descarte inadequado de plásticos afeta o meio ambiente, causando um desequilíbrio ambiental. Não é de hoje que sabemos que o lixo jogado na natureza ameaça flora, fauna e humanos, prejudicando inclusive, nossos alimentos.  

Para dar um basta a esse problema, os espanhóis, Michael Baraffe, Enric Juviña, Carlos Zorzano e Victor Sánchez encontraram a solução para o descarte inadequado de canudinhos. Então eles criaram o Sorbos, o canudo comestível feito de gelatina, que é biodegradável.

Além de gelatina bovina, esses canudos possuem açúcar e amido de milho e para ficar saborosos, são aromatizados em seis opções de sabores. Mas essa foi a parte mais “fácil” para os espanhóis, já que precisavam desenvolver um produto que durasse ao entrar em contato com os líquidos.

Para conseguir fazer com que o canudo biodegradável não se desfizesse, eles realizaram diversos testes até criar o Sorbos. Este pode durar até 25 minutos em contato com líquidos frios e em bebidas geladas, em torno de uma hora.

Embora tenha aromas, os canudos comestíveis não alteram o sabor da bebida, o que é mais um ponto positivo. Da ideia de desenvolvimento até os testes finais, os espanhóis levaram mais de um ano para obter a formulação exata, de forma com que o canudo cumprisse a função de canudo, ser biodegradável, não alterar o sabor da bebida e ser comestível.

O Sorbos ainda não é comercializado no Brasil, apenas na Alemanha, Espanha, Portugal, Itália e França.

Por: Andréia Silveira, colaboradora do site Plano de Saúde