Fazer uma mudança simples nas turbinas eólicas pode reduzir a mortalidade de pássaros em 70%

clouds dawn dusk electricity
Photo by Flickr on Pexels.com

Como fonte de energia limpa, os parques eólicos trazem muitos benefícios – mas podem ser um perigo para as aves locais. Um novo estudo sugere que um pequeno ajuste no projeto da turbina pode fazer uma grande diferença em termos de segurança das aves, e tudo o que é necessário é uma pintura.

Em um experimento realizado no arquipélago norueguês de Smøla, a mudança da cor de apenas uma das lâminas da turbina para preto levou a uma redução média de 70 por cento ao ano nas mortes de pássaros, medidas ao longo de três anos e meio. Em um experimento vinculado, pintar parte de algumas das torres da turbina também resultou em menos mortes de pássaros.

Enquanto o estudo envolveu apenas um parque eólico e um pequeno número de pássaros – seis fatalidades nas quatro turbinas pintadas, 18 fatalidades nas quatro turbinas de controle não pintadas – ele aponta para uma maneira de proteger as aves sem grande reengenharia.

“Nesse caso, a pintura das pás do rotor demandou recursos, pois as turbinas eólicas já estavam instaladas”, diz o biólogo conservacionista Roel May, do Instituto Norueguês de Pesquisas Naturais (NINA).

“Se a pintura for feita antes da construção, no entanto, tanto o custo quanto a mortalidade de pássaros serão reduzidos.”

Poucos dados estão disponíveis sobre quantas mortes de pássaros são causadas a cada ano por turbinas eólicas. Algumas estimativas apontam para dezenas de milhares – o que não é uma boa notícia, embora ainda seja uma mera fração das mortes de aves causadas pela geração de energia nuclear e de combustível fóssil e por pássaros atingindo linhas de energia (que chegam a dezenas de milhões).

Lâminas pintadas podem ser uma solução para o problema. Os pesquisadores acreditam que isso torna as turbinas mais visíveis para os pássaros, reduzindo o que é conhecido como mancha de movimento – onde objetos em movimento são mais difíceis de obter.

O estudo também analisou outras maneiras possíveis de reduzir a morte de pássaros, como cobrir as lâminas com tinta ultravioleta e posicionar as turbinas de forma a evitar áreas de corrente ascendente que as aves usam para voar.

Embora a técnica de pintura com lâmina preta tenha sido a mais eficaz neste caso, outras cores e técnicas poderiam ser experimentadas, dizem os pesquisadores. É um primeiro passo promissor, mas muitos mais estudos serão necessários em vários locais para ver o que funciona melhor quando se trata de manter as aves e as lâminas das turbinas separadas.

Com cada vez mais turbinas eólicas entrando em operação, o perigo potencial para pássaros e outros animais aumentará – embora os parques eólicos já sejam cuidadosamente escolhidos para manter os níveis de interrupção nos ecossistemas locais o mais baixo possível.

De acordo com Martin Harper, diretor de conservação da Sociedade Real de Proteção às Aves (RSPB) do Reino Unido, inovações como as descritas neste estudo podem ser combinadas para minimizar o risco de danos à vida selvagem.

Harper, que não estava envolvido no estudo, disse à BBC: “As turbinas eólicas são a tecnologia certa quando encontramos os lugares certos para elas, então estudos como este são valiosos e se baseiam em nosso entendimento de que mitigação adicional pode ser usada uma vez identificamos locais adequados para parques eólicos. “

“Como o relatório reconhece, este estudou um único local e mais trabalho precisa ser feito, então estaríamos interessados ​​em ver mais pesquisas nesta área”.

A pesquisa foi publicada na Ecology and Evolution e disponibilizada pelo Science Alert.

Texto: David Nield

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.