Isolamento social apresenta 35% de aumento na reciclagem em São Paulo

Crescimento da coleta seletiva em junho converteu mais de 40 mil acessos ao site do Recicla Sampa.

Crédito: Antônio Brasiliano / Recicla Sampa

Levantamento feito pela Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb) apontou no mês de junho um aumento de 35% na coleta seletiva em relação ao mesmo período do ano passado. Os números mostram uma quantidade de 7,8 mil toneladas de resíduos que foram para a reciclagem contra 5,8 mil toneladas da mesma época em 2019.

Com mais pessoas dentro de casa, a autarquia também mostra que houve uma queda de aproximadamente 22% nos dados de varrição, em decorrência do menor volume de resíduos nas ruas.

O aumento da coleta seletiva vai ao encontro do crescimento de acessos ao site do Recicla Sampa. O mês de junho registrou maior número de acessos à Plataforma, com quase 40 mil visitas. Isso se explica pelo maior interesse da população em consumir informações sobre reciclagem, além de terem no site um local para esclarecimento de dúvidas. Os conteúdos mais procurados foram: onde encontrar “pontos de coleta”, “reciclagem de latas: entenda sua importância e saiba como fazer” e “você sabe as diferenças entre lixo orgânico e reciclável”.

Desde que foi lançado, no ano passado, o Recicla teve mais de 265 mil acessos. Comparando janeiro a junho de 2020 com o mesmo período em 2019, houve um aumento de 295% no número de visitas. Sendo que o público da plataforma é majoritariamente feminino (70%).

Coleta Seletiva

Vale destacar que, mesmo no período de pandemia, o destino dos resíduos recicláveis continua sendo as Centrais Mecanizadas de Triagem, que possuem capacidade operacional de 500 toneladas de resíduos por dia (250 cada). Para realizar o descarte correto, o recomendado por órgãos municipais é reforçar os sacos de lixo. Os resíduos devem ser ensacados duas vezes em sacos resistentes, descartáveis e com enchimento de até dois terços da sua capacidade. Essa medida visa evitar o contato dos coletores com possíveis resíduos contaminados.

Recicla Sampa separou algumas dicas simples para a prática da coleta seletiva:

  1. Tenha duas lixeiras em casa. Uma para lixo orgânico e outra para lixo reciclável. Se possível, coloque etiquetas indicando cada uma delas;
  2. Não molhe o material reciclável. Isso inviabiliza seu reaproveitamento;
  3. Retire os resíduos de embalagens de vidro, plástico, longa vida, garrafas pet e latas antes de reciclá-las;
  4. Na hora de descartar materiais cortantes – vidro, por exemplo – não esqueça de embrulhar em jornais ou papéis de espessura grossa e etiquetar. Isso evita que o coletor se machuque;
  5. Restos de alimento e cascas de frutas são lixo orgânico. Por isso não misture com o lixo reciclável;
  6. Não jogue luvas e máscaras de proteção no lixo reciclável.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.