Tocantins divulga informações sobre combate às Leishmanioses aos municípios

Em todo o Tocantins, no período de janeiro a junho, foram registrados 49 novos casos de Leishmaniose Visceral.

Para alertar a sociedade sobre os sinais e sintomas da doença, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), promoverá entre os dias 09 e 15 de agosto de 2020, ações com o objetivo de mobilizar a população para a prevenção e o controle das leishmanioses.  A “Semana Nacional de Controle e Combate às Leishmanioses” levará informações para todos os municípios de forma digital e remota, devido à pandemia causada pelo novo Coronavírus.

Há dois tipos de leishmanioses, a Tegumentar que pode ser identificada através de feridas na pele alguns dias após a picada do mosquito e a Leishmaniose Visceral, uma doença infecciosa que atinge os órgãos internos e, se não tratada, pode levar a óbito em até 90% dos casos, então considerando a necessidade de controle da doença e sua relevância epidemiológica, a campanha será articulada pelas superintendências de Vigilância em Saúde e de Políticas de Atenção à Saúde nos municípios.

“Intensificar os debates e ações de prevenção, combate e controle da Doença, é um objetivo muito importante dentro da Campanha, então é um momento dentro da agenda da Saúde destinado a dar destaque e discutir os detalhes referentes ao tema junto à população. Já temos um plano de ação vigente junto a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), e alinhado com o Ministério da Saúde (MS), que visa elencar os municípios que demandam maior necessidade de controle, de acordo os indicadores de casos já registrados. Então há a necessidade de alcançar os municípios através das Secretarias Municipais para sensibilizar a comunidade tocantinense sobre o foco nas medidas de prevenção.” Pontua o Biólogo em Saúde e Assessor Técnico das Leishmanioses, Julio Bigeli.

Aqui o Júlio Bigeli fala um pouso sobre como é a doença!

Dado o cenário, a Secretaria reforça que as ações estão sendo planejadas para que sigam alinhadas com as recomendações do Ministério da Saúde (MS) e que serão executadas de forma remota, através de mídias sociais, meios de comunicação locais, no intuito de garantir a sensibilização da comunidade acerca do tema, respeitando o distanciamento social, a fim de evitar aglomerações que possam agravar o cenário tocantinense.

Por George Gomes/Governo do Tocantins

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.