Por FiliPêra, do Nerds Somos Nozes exclusivo para o Vivo Verde.

LHC

Um dos feitos científicos mais hypados dos últimos anos, o início dos testes com o acelerador de partículas denominado LHC (Grande Colisor de Hádrons), gerou especulações das mais apocalípticas. Mas acabou por não provocar efetivamente nada, certo? Errado… bem, mais ou menos. O Apocalipse não veio, mas tem gente que está muito feliz com o fato de moléculas se chocarem, a velocidades próximas a da luz.

Antes, vamos aos fatos. O LHC é o maior e o mais potente experimentos científico já criado pelo homem. Basicamente ele é um túnel circular de 27 quilômetros de comprimento, que fica na fronteira da França e da Suíça. Está situado a uma profundidade de 50 a 120 metros e levou 20 anos para ser concebido – 14 só na construção. Quando estiver operando em força total, o LHC vai consumir 200 megawats/hora, o mesmo que uma cidade como Curitiba. Além disso seus tubos, precisam ser resfriados a -271°C (nem o espaço chega a isso) para melhorar a condução das partículas que serão colididas e evitar a perda de energia.

Os físicos do Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (CERN), que estão no comando dessa máquina de 5 bilhões de dólares, esperam reproduzir um mini Big Bang, acontecimento que supostamente deu origem ao universo. E é aí que entra o Apocalipse. Muitos temem e pregam, para os outros temerem também, que reproduzir um pequeno Big Bang traria fim a vida na Terra. Não tente entende-los, o médico mandou não contrariar. Ocorreu coisa parecida quando o cometa Halley passou por aqui, e teve gente querendo pegar carona em sua cauda e se matou.

Mas, o lance é que tem gente que acredita. E é fanática ao ponto de cometer burradas. Um dos primeiros que sofreu com isso foi Frank Wilczek, físico do MIT (um dos mais importantes centros de tecnologia do mundo) e ganhador do prêmio Nobel. O cara recebeu ameaças de morte, sabe Deus de quem, e passou a ficar esperto, tendo inclusive pedido ajuda da polícia do campus. Tudo porque ele fez parte, durante seis anos, do projeto de construção do LHC. Deve ser coisa de americano sem dinheiro para ir à Europa ameaçar as pessoas que trabalham no LHC efetivamente, e ficaram com a prata da casa.

Mas, fazer ameaças não é nada, frente ao que uma adolescente indiana de 16 anos fez. Amedrontada com o que seria o fim do mundo, largamente proclamado em jornais do país, ela se matou. Dessa vez você pode colocar a culpa na mídia, por pregar (sim, pregar) o fim do mundo sem qualquer base científica. Na parte leste boa parte da população está indo para os templos, para pedir clemência dos deuses.

Do lado de cá do planeta, a galera está mais tranquila, e chega a fazer brincadeiras com o fato. Um nerd mais bem humorado registrou o domínio (se prepare que é grande) hasthelargehadroncolliderdestroyedtheworldyet.com (significa: Será que o LHC já destruiu o mundo?). Ao acessar o site, ele te passa, em tempo real e em letras mamutescas, a resposta para a pergunta!

Mas, como nada é fácil, nem bem a maior obra científica da história da humanidade entrou em fase de testes (e nada aconteceu… ainda) e os hackers (sempre eles) colocaram as asinhas de fora, em setembro do ano passado. O grupo grego Greek Security Team, sem nada melhor para fazer, quis colocar à prova a segurança do LHC. O resultado é que eles conseguiram invadir o sistema do Compact Muon Solenoid (CMS), o segundo maior dos detectores que compõe o LHC – ele serve para coletar dados das partículas aceleradas e chocadas. Para deixar bem claro que o fato realmente ocorreu, e evitar que os físicos noobies do Centro de Física Nuclear Europeu (CERN) desmentissem o fato, eles resolveram pichar a página https://cmsmon.cern.ch (que esteve fora do ar). E ainda incluíram a mensagem “We are 2600 – don’t mess with us” (somos 2600, não brinquem conosco”).

Os noobies com QI mais alto do mundo trataram de minimizar a importância do fato – que ocorreu quando todo o mundo estava alegre realizando os testes iniciais – dizendo que os hackers jamais poderiam acessar o controle do CERN. Tal afirmativa foi em resposta a uma reportagem do jornal inglês The Telegraph, dizendo que eles chegaram próximos de assumir o controle do LHC de fato. Se isso acontecesse, aí gente, fujam para as montanhas, porque é o fim do mundo.

Eu pergunto: gastam 5 bilhões de dólares para construir o treco, e, em menos de uma semana de oba-oba já penetram no sistema? É no mínimo engraçado… e assustador!

Após esse fato, ainda em setembro, para ser mais exato, o LHC mostrou mais uma vez que estava no modo manco. Depois de começar a entrar em testes, o LHC mostrou que não precisávamos nos preocupar com o fim do mundo. Após seus primeiros testes, a máquina decidiu dar um tempo a mais para o mundo e teve um pequeno problema na parte elétrica do seu sistema de refrigeração. Para ser mais específico, o problema foi na refrigeração dos imãs que são responsáveis por guiar as partículas rumo ao choque com suas irmãs, e a criação de um buraco negro logo depois! A previsão é que ele volte a operação em algum dia do outono de 2009 (primavera, por aqui).

Funcionar totalmente? Não antes de algum dia de 2010. Quem disse que ciência é fácil?

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

8 comentários em “

  • Pingback: Blog Vivo Verde

  • Pingback: Alessandro Temperini

  • 9 de julho de 2009 em 4:51
    Permalink

    A invasão do website não quer dizer nada de falha de segurança, provavelmente este estava hospedado em um host qualquer.

    O sistema do LHC sem duvidas está totalmente isolado da internet.

    agora é só esperar por dezembro de 2012, quando o negocio realmente funcionar.

    []’s

  • Pingback: Blog Vivo Verde

  • 9 de julho de 2009 em 16:33
    Permalink

    Ahh, pelo o que eu entendi, o funcionamento vai começar em dezembro de 2012?

    *Profecia Maia não é em dezembro de 2012? 😀

    Mais tudo bem, com todo esse grande mecanismos e problemas, acho que vai ser meio difícl colocar pra funcionar.

    ———————–

    Daiane, sou o @leoomoraes lá do twitter, e começei um projeto novo, sozinho mesmo, se chama “Cabine Dupla” olhe lá para mais detalhes (www.cabinedupla.blogspot.com).

  • Pingback: Blog Vivo Verde

  • 11 de julho de 2009 em 11:50
    Permalink

    Bom, todas as teorias apocalípticas modernas, desses loucos que acreditam que o mundo vai se acabar, estão levando a crer que sim hauahuaha

    É só o que falta, já pensou ?? “O LHC finalmente entrará em funcionamento, no dia 21 de dezembro de 2012, em homenagem ao fim do calendário Maia”.

    No mímimo intrigante huaahuah

  • 14 de dezembro de 2009 em 22:07
    Permalink

    ótimo post!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.