Livro apresenta a economia do meio ambiente sob a ótica brasileira

Nem negacionismo nem apocalipse: Economia do meio ambiente: uma perspectiva brasileira: sob esse título, o economista Gesner Oliveira e o administrador de empresas Artur Villela Ferreira apresentam uma obra que traz ao debate, pela primeira vez, princípios e práticas da economia ambiental com base na experiência brasileira. O livro chega no momento em que o mundo discute alternativas de retomada pós-pandemia de covid-19 por meio da economia verde e estará nas livrarias físicas e virtuais a partir de 29 de março, contando com versão online e interativa na qual vídeos complementam os assuntos discutidos em cada capítulo do volume.

“O momento não poderia ser mais oportuno para o lançamento. O mundo se prepara para superar os danos econômicos trazidos pela pandemia por meio de reconstrução baseada na economia verde de impacto neutro em carbono. Além disso, o recém-empossado presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, acaba de anunciar a volta do país ao Acordo de Paris, tratado pela redução do aquecimento global por meio da diminuição da emissão de gases de efeito estufa”, afirma Gesner Oliveira.

Na obra, os autores se debruçam sobre o enorme desafio que a gestão global dos recursos naturais enfrenta. De um lado, o atual nível de consumo é claramente insustentável. De outro, não será possível que os países em desenvolvimento sigam o roteiro adotado pelos desenvolvidos nas últimas décadas.

“O Brasil tem uma oportunidade de ouro para crescer de modo sustentável, com geração de empregos novos e redução das desigualdades sociais”, avalia Artur Ferreira. Segundo o autor, se todos os 7,5 bilhões de habitantes da Terra passassem hoje ao nível norte-americano de consumo, o déficit ambiental anual mais do que quintuplicaria. “Junto com os enormes desafios dessa transição de modelo econômico, vem também enormes oportunidades para empresas estabelecidas inovarem e novas surgirem, já com um DNA sustentável”, conclui.

Focado na realidade brasileira – carente de uma bibliografia dedicada exclusivamente a ela –, o livro trata do dilema nacional. É do ex-ministro do meio ambiente, embaixador Rubens Ricupero, autor do prefácio do livro, a definição do que é o Brasil em termos ambientais-econômicos: uma “jaboticaba”. “Somos o único entre os dez maiores emissores de gases de efeito estufa em que a parcela maior das emissões provém da agropecuária e de mudanças no uso da terra”, constata Ricupero.

“Também é atípico por sermos caso exclusivo de nação que enfrenta desafios ambientais ligados à maior floresta tropical do mundo e, ao mesmo tempo, problemas derivados de setores industriais de Primeiro Mundo”, completa.

Publicado pela BEĨ Editora, o livro tem 304 páginas e pode ser encontrado nas principais livrarias do país e no site bei.com.br.

“Acompanhamos de perto a produção de toda a obra com os autores e podemos dizer que o livro não é só uma análise de cenários de desesperança. Os autores apresentam sugestões para fazer do Brasil uma potência econômica-ambiental”, diz Laura Aguiar, da BEĨ Editora.

Sobe os autores

Gesner Oliveira – Ph.D. em economia pela Universidade da California (Berkeley), Gesner Oliveira  é professor da Fundação Getulio Vargas, onde coordena o Centro de Estudos de Infraestrutura e Soluções Ambientais e sócio da GO Associados. Presidiu a Sabesp (2007-2011), tendo recebido o prêmio Empresário Ambientalista do PNBE (2009). Durante sua gestão, a empresa criou uma área de meio ambiente, passou a fazer parte do Índice de Sustentabilidade Econômica (ISE) e lançou uma plataforma de soluções ambientais. Gesner atuou em diferentes áreas de política pública, tendo sido presidente do Cade (1996-2000), secretário de Acompanhamento Econômico do  Ministério da Fazenda (1995) e secretário adjunto de Política Econômica (1993-1995). Certificado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa como membro independente de conselhos e como membro de Comitê de Auditoria (CCoAud+ IBGC), tem atuado em diversos conselhos de empresas públicas e privadas.

Artur Villela Ferreira – Administrador de empresas com ênfase em sustentabilidade e meio ambiente pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP/FGV), Artur Villela Ferreira é sócio fundador da empresa Global Forest Bond. Pesquisador do Centro de Estudos de Infraestrutura e Soluções Ambientais da EAESP/FGV,  integra a equipe técnica do Painel Saneamento Brasil. Foi monitor dos cursos Introdução à Tecnologia da Informação (2011) e Economia do Meio Ambiente (2015-2016) na graduação da EAESP/FGV. Colaborou com apoio técnico e de pesquisa para o livro Por uma São Paulo mais sustentável, de Gilberto Natalini e Marcelo Morgado.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.