O mistério das Pedras do Vale da Morte…

Um deserto onde algumas pedras isoladas ficam se movimentando sozinhas.  Pois é exatamente isso que acontece no Vale da Morte. Esse vale é lamacento nos períodos de chuva, extremamente seco no verão e fica coberto de neve no inverno, até aí é nada tão fora do normal certo? Mas a principal característica desse deserto é a movimentação de algumas pedras que ficam em sua superfície. Esse fato tem chamado a atenção de milhares de geólogos que tentam explicar o que faz as pedras se moverem dessa forma. Veja algumas imagens:

sailing-stones-5

sailing-stones-7

sailing-stones-9

“Uma resposta para esse mistério seriam as fortes chuvas acompanhadas de ventos que empurrariam as pedras pelo vale. Mas o problema dessa resposta é que as pedras não se movimentam apenas no período das chuvas mas sim, em todas as estações do ano. Agora imagine como elas se movem no verão, com todo esse solo seco? E o pior é que elas não se movem uniformemente, algumas vão para lados contrários, outras deixam um rastro de zig zag e existem até as que se movem em círculos.”

sailing-stones-11

sailing-stones-12

sailing-stones-15

sailing-stones-6

Que dá medo… a dá sim!!! Se você souber de algo mais sobre esta “história/fenômeno” ou seja o que for… comente! Há, não vale dizer que são “aerolitos” (rs)!

                                                        Fonte: Kasa do João | Indicação: Remo Daris

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

Um comentário em “O mistério das Pedras do Vale da Morte…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.