Slow beauty – Beleza natural e sustentável

Diversos estudos apontam que elementos químicos encontrados nos cosméticos convencionais usados diariamente na nossa rotina de beleza são extremamente tóxicos para o nosso corpo, e consequentemente para o meio ambiente. Isso porque o nosso organismo não é capaz de eliminar completamente essas substâncias que ficam retidas na pele e na corrente sanguínea. Um exemplo desses elementos químicos é o famoso grupo dos parabenos encontrados em cosméticos convencionais, produtos de higiene e até em alguns alimentos, que se utilizados de forma contínua pode desencadear alergias, predisposição ao câncer, desequilíbrios hormonais e envelhecimento precoce. Além disso, a baixa biodegradabilidade é um fator impactante ao meio ambiente, os micro-plásticos encontradas nos esfoliantes e creme dental, são uns dos maiores poluentes dos oceanos e já estão presentes até na água que bebemos, trazendo riscos a saúde humana e de milhares de animais.

Fonte:Freepik

Com a grande preocupação do consumo e poluição desenfreados, surgiu nos Estados Unidos o slow beauty, movimento que propõe um estilo de vida mais saudável, consciente e sustentável. Optar por produtos naturais, receitas caseiras, reutilizar e reciclar embalagens está entre as premissas do movimento,  que vem ganhando cada vem mais adeptos no Brasil. Segundo estudo realizado pela Mintel mostra que os brasileiros estão mais interessados em produtos de beleza naturais, o estudo aponta que 31% pensam que os produtos com ingredientes naturais e orgânicos são mais efetivos que os que usam ingredientes químicos, 29% estão interessados em produtos naturais e veganos para os cabelos e 33% das mulheres pensam que a maquiagem facial com ingredientes naturais é importante. Essa crescente onda de consumidores mais conscientes vem causando uma boom na industria de cosméticos, diversas empresa já consolidadas de cosméticos convencionais, como a Skala, estão se reiventando e lançados novos produtos, veganos, naturais e livre de crueldade animal. Outras marcas com uma pegada 100% ecologica e tecnologias inovadoras vem surgindo para complementar o mercado, já é possível encontrar linhas completas de maquiagem e até mesmo protetor solar.

Protetor solar facial natural e vegano da bioart Fonte: Divulgação

Mas como fazer a transição de produtos convencionais para produtos naturais, veganos e livre de crueldade animal? Bom, o primeiro passo é simples,  refletir sobre o consumo desenfreado e optar por escolhas sustentáveis pode gerar impactos menos nocivos ao nosso corpo e ao meio ambiente. Então informe-se!

  • Ler os rótulos, conhecer quais são as substâncias tóxicas e aprender a identifica-las é fundamental. Desconfie de marcas que não disponibiliza a composição de seus produtos!
  • Outra dica importante é conhecer as necessidades da sua pele ou cabelo, uma gama completa de produtos está disponível ao alcance dos nossos dedos, mas saiba, você não necessita de todos eles, ok?
  • Faça escolhas com proposito, opte por marcas que utilizem embalagens reutilizaveis e biodegradaveis;
  • E substitua o algodão utilizado na limpeza da pele por ecopads, discos de crochê ou tecido de algodão que são reutilizaveis. O meio ambiente agradece!

Há também quem prefira fazer seus proprios cosmeticos, muitos ingredientes são encontrados ali mesmo na cozinha da nossa casa, como os oléos vegetais (azeite de oliva, oléo de rícino e de coco), aveias, mel, borra de café, chás e até mesmo a agua da lavagem do arroz, podem ser utilizados tanto na pele do rosto, como no corpo e cabelo…as possibilidades são muitas! Mas tome bastante cuidado, não é porque são naturais que não podem ser de alguma forma prejudiciais. Algumas ervas, por exemplo, podem desencadear alergias, e frutos citricos encontrados em várias receitas na internet podem gerar manchas e queimaduras graves.

Fonte:Freepik

Mas você deseja mergulhar ainda mais nesse universo sustentável e fabricar seus próprios cosméticos ou até mesmo ter a sua própria marca? Na internet é possível encontrar cursos de cosmetologia natural com preços bem acessíveis, tanto online quanto presencial. O investimento vale a pena e diversas pessoas vem conquistando a autonimia e independencia financeira atraves desse mercado que promete revolucionar a industria da beleza. O auto cuidado alinhado a sustentabilidade é prazeroso e traz muitos benefeicios ao meio ambiente.

Seja a mudança que você quer ver no mundo! Mahatma Gandhi


Mahatma Gandhi

Referências: cosmeticinnovation | farmaconjr | catracalivre

Nota da Editora: Esta matéria não recebeu nenhum incentivo publicitário, todas as indicações de marcas são utilizadas pois a autora acredita na eficácia dos produtos. 

Sara Lima

Sara Lima é acadêmica de Ciências Biológicas, trabalha no Laboratório de Paleobotânica da Universidade Federal do Tocantins (UFT) em Porto Nacional, TO. Contato: sarah_lieh@hotmail.com

Um comentário em “Slow beauty – Beleza natural e sustentável

  • 30 de junho de 2020 em 0:11
    Permalink

    Parabéns, Sara. Precisamos mudar nossas atitudes mesmo 😉

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.