A praia virou um lixão

Não sei se vocês viram, mas neste fim de semana passou no Fantástico a reportagem sobre a condição das nossas praias, o que acontece com os animais marinhos  e também o que ocorre no oceano pacífico (sopa de plástico). Veja abaixo:

O lixão em meio ao oceano pacífico, ano ano passado mostrei aqui no blog esta matéria que falava da condição que os animais estavam:

O lixão do pacífico ameaça o planeta, e o principal culpado sou eu e você!

A praia de Salvador/BA é a mais afetada pelo descaso das pessoas, com 7,5 toneladas recolhidas pela companhia de limpeza, no qual mais 6 cidades também recolheram. As praias em dia se segunda feira parecem um aterro sanitário, revela a Fiscal de limpeza Manuel Bonfim Alves. Ainda uma turista portuguêsa afirma:

“Acho que é uma vergonha para o Brasil, uma vergonha para Salvador e é um atentado à natureza”

E ela não deixa de ter razão, passando por Maceió/AL no final do ano passado, como estava cercada de Engenheiros Ambientais agente sempre colocava em sacolinhas e/ou jogava direto nas lixeiras que ficavam a menos de 10 metros de nós, mas muits pessoas geralmente nem faziam isto, que por mim é algo básico e fácil.

Em segundo lugar ficou Fortaleza/CE, com 6 toneladas, as praias do Nordeste são tão bonitas, e uma vez conversando com um vendedor de cocos em Maceió ele me disse que ele e outros que trabalham por lá faziam o possível para deixar as praias o mais limpa possível, mas era difícil “se pelo menos os banhistas ajudassem…”.

“Em terceiro lugar ficou Guarujá. Foram cinco toneladas de lixo recolhido. Em quarto, Recife, na Praia de Boa Viagem, com pouco mais de duas toneladas, seguida por Natal, com uma tonelada na praia de Redinha.” – G1

Mas há quem se salve, em Florianópolis teve o melhor resultado no teste do lixo do Fantástico. No quilômetro de praia pesquisado, os garis recolheram apenas 125 kg nas areias. =]

O fato é que, problemas piores podem ser acarretados por esta “prática”, pois estes lixos atrai ratos e pombos. Isso para não falar nos animais de estimação, que não deveriam vir à praia.

“As pessoas não cumprem a legislação, principalmente cedo, e trazem os animais para cá”, destaca a secretária de Meio Ambiente do Rio de Janeiro Vera Lúcia de Oliveira.

Além disto tudo, não dá para esquecer dos resíduos que são jogados, deixando as águas poluídas, deixando alguns lugares até impossível de se tomar banho, causando problemas a saúde.

Enfim, não é muito difícil levar sacolinhas de casa para a praia e depositar o seu lixo, se possível ainda levar para casa e depositar no lixo doméstico caso não haja lixeiras na praia ou o mais fácil e correto, juntar e colocar nas lixeiras. É uma ação correta e que se houver consciência de todos as praias e os animais marinhos irão agradecer. #ficadica

Se você mora no litoral ou se já foi em algum e tem alguma declaração a dar, aproveita a oportunidade nos comentários, talvez alguma altoridade veja…

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

15 comentários em “A praia virou um lixão

  • Pingback:Trocistas

  • Pingback:¹G.u§T@_v0~

  • 12 de janeiro de 2010 em 12:50
    Permalink

    Daiane,

    A praia de Canasvieiras em Florianópolis é MUITO suja. Aliás, é a praia frequentada pela maior quantidade de porcos humanos por m2 entre todas as 42 praias da ilha.

    A pequena quantidade de lixo encontrada em 1 Km de extensão corresponde à praia INTEIRA (que é uma pequeníssima enseada), cuja faixa de areia entre o calçamento e o mar dificilmente passa de uns 10m de extensão, diminuindo para cerca de 3 ou 4m na maré alta.

    No Rio de Janeiro, TODAS as praias (inclusive as balneáveis e as mais badaladas) estão infestadas por pombas. Pra mim, a pomba é uma das maiores pragas que existe.

    Besos,
    Hélio

  • 12 de janeiro de 2010 em 13:03
    Permalink

    realmente eh uma vergonha isso.
    as pessoas jogam o lixo como se nao fosse OBRIGAÇAO delas cuidar do q elas usam e isso me envergonha muito pq tento ser o mais correta possivel nas praias que utilizo.
    ontem mesmo, por exemplo, estava beem longe da praia dentro da agua e do nada apareceram garrafas, copos e pedaços de plastico boiando e isso eh ridiculo, mas parece q as pessoas nao veem o q causam as praias q vao, pensam apenas no conforto deles mesmo e nao tem nem coragem de levantar e jogar suas sujeiras em latas de lixo. #ridiculo.

  • 12 de janeiro de 2010 em 13:21
    Permalink

    Aqui no Espírito Santo as coisas andam mais ou menos bem. Nas praias mais turísticas a limpeza impera, como na região de Guarapari. Isso rola pois boa parte dos hotéis próximos pagam para elas serem limpas à parte do serviços da prefeitura (que são bons, que fique claro). Outras, como a praia do Acampamento Adventista, são administradas diretamente por particulares, sendo cobrada uma pequena taxa de entrada. Nessas, a limpeza é ainda melhor, impecável, eu diria.

    Mas em praias mais populares – as de “farofeiros”, como chamam – a situação é caótica, e a população não ajuda. A sucessão de eventos (como os eventos musicais evangélicos) na orla também não ajuda, diminuindo a frequeência com que a areia é limpa, devido ao acúmulo de gente na areia. E a prefeitura não é a culpada. Tem lixeira pra tudo que é lado, no calçadão e na areia, e mesmo os vendedores de picolé e coco (ou qualquer outra coisa) têm lixeiras com eles, mas parece que o povo quer porque quer jogar a droga do lixo na areia! Deve ser para mostrar que a praia é deles, só pode…

    Mas aqui tem inúmeras praias boas, é só procurar as que são pouco frequentadas!

  • 12 de janeiro de 2010 em 13:43
    Permalink

    Eu nem sei o q dizer… fiko com muita raiva disso…!

  • Pingback:raíssa teixeira :)

  • Pingback:Eng. Daiane Santana

  • Pingback:EcoZilla

  • Pingback:Eng. Daiane Santana

  • Pingback:Eng. Daiane Santana

  • Pingback:Voz do Além

  • Pingback:Raphael, o Inacio

  • Pingback:topsy_top20k_pt

  • 12 de janeiro de 2010 em 19:49
    Permalink

    Vi a reportagem sim… Infelizmente essa é uma prática mais comum do que parece. Muitas pessoas ainda jogam lixo nas nossas praias descaradamente.
    Muito bem lembrado viu!
    abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.