Brasileiro é cético com relação à água e otimista sobre o petróleo

Pesquisa realizada pela consultoria OThink revela que 68% dos brasileiros acham que haverá falta de água em 2050. A pesquisa ouviu mil pessoas, metade homens, metade mulheres, no Brasil todo.

Mas há otimismo em relação ao esgotamento de reservas de petróleo, gás natural e carvão: 48%, acredita que esses recursos não se esgotarão. A classe A é a mais otimista: 55% acredita que em 2050 ainda teremos reservas de petróleo, gás e carvão.

Acompanhe nas redes sociais notícias sobre meio ambiente:

Twitter
Facebook

 

Apenas 17% dos entrevistados não creem na total substituição do petróleo por energia renovável em veículos e meios de transporte. “A pesquisa foi feita antes do vazamento da Chevron. Talvez o resultado fosse outro se ele já tivesse ocorrido.”

A pesquisa apontou que 65% dos entrevistados acreditam que em 2050 todos os materiais utilizados serão reciclados. “Esse otimismo é observado em uma faixa etária acima dos 55 anos. São pessoas que vêm assistindo a um processo de evolução tecnológica intenso”, analisa o presidente da OThink, Marlos Barbosa.

Fonte

Sabe o que me impressionou mais? É saber como a idade influência na opinião das pessoas, só não impressiona mais, pois isto é meio que óbvio… Quanto mais se vive, mais se conhece da importância das coisas, principalmente dos recursos naturais. É por isto que é tão importante apresentar estas informações para crianças e jovens.

 

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.