Choram os elefantes da África: covardia, indignação e impunidade

As imagens realmente chocam porém se faz necessário mostrá-las com o intuito de conscientizar mais pessoas a assinarem a petição (link abaixo).
Apesar de nossos esforços continuamos a perder elefantes todos os dias. Se não revertermos a situação rapidamente, o futuro dos elefantes africanos estará seriamente comprometido“, palavras do secretário executivo da Agência Nacional de Parques do Gabão, Lee White em declaração recente à imprensa internacional.
Esta é a situação do caos na região propriamente no Gabão, localizado na costa oeste da África central, onde mais de 11.000 elefantes foram mortos em menos de uma década em função da ambição covarde e desenfreada do ser… “humano”? É triste perceber a que ponto chegamos!

Caçadores ilegais e covardes estão dizimando literalmente a população mundial de elefantes apesar de todas as medidas de seguranças incrementadas para tentar deter o massacre.
O destino de tanta crueldade é o mercado ilegal de marfim, este, muito requisitado principalmente na Ásia e Oriente Médio onde juntamente com chifres de rinoceronte são usados para fazer enfeites e remédios.
Como o preço no mercado negro de marfim aumenta a cada ano (um quilo de marfim está estimado em cerca de 1.500 euros), o país está se tornando alvo das piores espécies de caçadores ilegais na África Central“, diz Ali Bongo Ondimba presidente do Gabão.

Muitos fatores são responsáveis pela “prosperidade” da caça ilegal, incluindo a fronteira compartilhada com países pobres (como Camarões) e a presença de uma grande operação de mineração (a maioria de ouro ilegal) facilitando e muito as operações do contrabando.
Por isso acho muito importante que nos engajemos nesta empreitada.
Se estiver de acordo com o combate a esta mazela humana e quer que estes assassinos covardes sejam presos, clique aqui e assine a petição online.
Grande abraço!

Por Tomé Ferreira

Fonte e imagens:
action.panda.org

Tomé Ferreira

Graduando em TECNOLOGIA EM MULTIMÍDIA DIGITAL pela UNISUL Iniciei minha carreira como “Desenhista” de prancheta. Arte-finalizava tudo manualmente também fazendo trabalhos esporádicos de Jornalismo Social. Em 1992 com a chegada do microcomputador fiz diversos cursos na área de design entre eles Photoshop (Senai), Indesign e QuarkXpress (Casa de Editoração), Corel Draw e FreeHand (Market) entre outros, aprendendo muito como autodidata também. Fundei o Portal Duniverso em 2009 iniciando de vez minha saga pelo jornalismo o qual me apaixonei. Jornalista registrado no Ministério do Trabalho e Emprego sob o número: 0016467MG. Vida inteligente na WEB.

2 comentários em “Choram os elefantes da África: covardia, indignação e impunidade

  • 15 de fevereiro de 2013 em 18:20
    Permalink

    Covardia é não fazer o mesmo com quem compra produtos a base de marfim ou vidas animais. Isso tem deacabar, a crueldade do ser humano esta por terminar pois Cristo ira retornar e cada um receberá segundo o que fez

  • 4 de março de 2013 em 21:24
    Permalink

    O ser humano é muito cruel, mais cada um vai ter o que merece mesmo, uma imagem de entristecer qualquer um, como uma pessoa faz algo assim e sai impune? sem ninguém perceber? tem que ser feito algo, não só por esse mais pelos que morreram e pelos que vão morrer ainda, o ser humano esta cada dia consumindo e destruindo a natureza, algo tão lindo que Deus criou é morto assim, a ganancia e a hipocrisia cresce a cada dia, ainda bem que Jesus está voltando pra dar um fim nisso e fazer a verdadeira justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.