Curitiba sequestra o carbono!

Reflorestamento, com certeza há quem diga que não funcione, assim como sempre tem gente “do contra” mesmo. Mas oque eu acho mais interessante é que geralmente os números sempre comprovão…

parque_curitiba

Imagem: G1/Meio Ambiente

É o caso de Curitiba, na última segunda-feira (8) a prefeitura da cidade divulgou alguns números em relação a quantidade de dióxido de carbono que suas áreas verdes (somados parques públicos e particulates) podem consumir.

A cidade têm 1,6 bilhão de tonelada de carbono estocado nas árvores em suas áreas verdes, são equivalêntes a 4,25 milhões de toneladas de CO² (um verdadeiro sequestro de carbono NATURAL), oque representa uma quantidade enorme que deixa de habitar o ar de Curitiba, este que é um gos grandes responsáveis pelo aquecimento global, no qual este é retirado pelas plantas, principalmente em fase de crescimento, há quem diga que é só na fase de crescimento, oque eu duvido, mas o que se sabe mesmo é que:

Em fase de crescimento, as árvores são verdadeiros aspiradores de CO2 da atmosfera. O tronco de uma árvore é 80% composto de carbono, portanto não é de admirar que elas suguem, por hectare, 150 a 200 toneladas de CO 2 do ar. Uma árvore, sozinha, é capaz de absorver 180 quilos de CO 2. #VivoVerde

Tudo isto, comparado a quantidade de dióxido de carbono que é espalhado por veículos… o que as árvores trabalham retirando o CO2 da cidade pelas áreas verdes equivale à 1 milhão de veículos trafegando por 1 ano pelas ruas. Já é algo considerável, não? Se for pensar em todos os outros parques existentes por aí, já é uma boa “ajuda”, mas não pode ficar só nisto, claro, mais iniciativas de parques ecológicos devem existir, além da conciêntização de várias indústrias, fábricas, empresas dentre outras. Fonte: Ambiente Brasil

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

10 comentários em “Curitiba sequestra o carbono!

  • Pingback:Blog Vivo Verde

  • Pingback:Blog Vivo Verde

  • Pingback:Blog Vivo Verde

  • 10 de junho de 2009 em 5:17
    Permalink

    Já é um começo, mas o certo mesmo seria pensarmos muito seriamente em diminuir a poluição. As árvores (pelo que sei) quando são derrubadas, devolvem todo esse carbono à atmosfera. Então, se for assim, o carbono está se acumulando, o que deve ser freado imediatamente.

  • Pingback:Blog Vivo Verde

  • 10 de junho de 2009 em 14:42
    Permalink

    Bom, achei muito interessante esta notícia sobre a cidade em que moro e não querendo mas sinto orgulho em estar morando na cidade exemplo, pois, agora não me recordo os sites mais ja me deparei com inúmeras notícias ha nivel internacional, colocando Curitiba como a cidade verde.

  • 11 de junho de 2009 em 19:16
    Permalink

    Em primeiro lugar está lindo e bem melhor de navegar este novo blog.

    Sobre o sequestro de carbono as maiores taxas vão acontecer durante a fixação da biomassa, como os vegetais costumam crescer constantemente uma floresta madura continuará a sequestrar, mas com taxas menores. Porém seu efeito será muito maior no clima, evitando a secagem de riachos e a degradação do solo.

  • Pingback:Vivo Verde » As 15 cidades mais verdes do mundo

  • 16 de junho de 2009 em 16:03
    Permalink

    Acho meio difícil essa notícia ser verdade. Não são só carros que liberam gás carbônico para atmosfera. O inventário ainda deve levar em conta outros gases estufa, principalmente o metano (produzido por lixões e represas de hidrelétricas, principalmente). Feito tudo isso, ainda sim restará a dúvida, pois estes procedimentos não são tão confiáveis assim. Portanto, acho que é mais uma jogada de marketing da prefeitura de curitiba para reafirmar esse “selo verde” que ela detém. Para não dizer que sou cético, acho louvável a existência de grandes áreas verdes em ambientes urbanos. Elas trazem muitos benefícios, tanto estéticos, quanto de saúde. Porém dizer que a cidade sequestra carbono (no balanço geral) em emissão de carbono foi apelar muito! Mas muito mesmo!!!!!

  • 6 de maio de 2016 em 16:56
    Permalink

    Hey, thanks for the article.Thanks Again.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.