É possível fazer moda sem deixar de lado a sustentabilidade

Utilizar materiais já disponíveis e explorar a reciclagem, é uma boa opção para marcas que se preocupam com o meio ambiente.

Imagem: Instagram.com/lanopomar – Divulgação

Matéria-prima de origem sintética é extremamente importante para a indústria da moda, por sua característica de versatilidade aos inúmeros modos de aplicação,  que resultam em produtos bastante distintos, como por exemplo o plástico e suas  diversas formas. Dos mais simples, aos mais elaborados e nobres itens, o material sintético está presente em todos os segmentos do setor. 

Porém, é ainda um recurso pouco explorado como matéria-prima reciclável ou biodegradável,  até por sua origem química, que ao mesmo tempo que proporciona condições para que o composto seja aplicado de diferentes maneiras, também se torna um meio impeditivo de torná-lo mais satisfatório para os fins ambientais. Um estudo realizado pelo Fundo Mundial para a Natureza (WWF), em 2019, aponta o Brasil como o 4º maior produtor de lixo plástico do mundo e recicla apenas 1%.

Outra característica importante de produtos advindos deste material, é a durabilidade, que permite que algumas marcas já olhem para os materiais sintéticos como um aliado, ao possibilitar unir moda com sustentabilidade, partindo do viés que o combustível fóssil é muito bem empregado, quando pensado em produtos para longevidade.

 É o caso da  “Pomar”, marca recém-criada por uma designer de moda que estava insatisfeita com a automação dos processos criativos na moda, vistos e vividos nas grandes empresas onde trabalhou, resolveu empreender como forma de alinhar seus propósitos e a relação com o trabalho. 

A Mariana Moretti, juntou então, a moda sustentável, o consumo consciente, conforto para estimular o livre brincar da criança e o contato com a natureza, em uma marca infantil, inspirada na antroposofia (que acredita que o lado espiritual é uma fonte essencial para formação completa do ser humano) e a pedagogia holística (e suas formas de ensinar, através de experiências mais orgânicas). 

O primeiro produto desenvolvido pela marca é a “babuche”, calçado confortável, feito com plástico ecológico, genuinamente brasileiro, onde se consegue atingir 70% desse composto derivado de fontes renováveis ( 42% origem vegetal, incluindo fibras de cana de açúcar reaproveitadas e 28% sal marinho – recurso infinito) e os outros 30% de base fóssil. É também atóxico (isento de ftalatos, dioxinas e metais pesados), vegano (livre de componentes de origem animal) e altamente reciclável. Seu processo injetável de fabricação, é extremamente eficiente e não gera nenhum resíduo, pois o que sobra é 100% reaproveitado.

Além de todas essas características do material e seguindo o propósito de construir uma marca com valores sustentáveis, a Pomar trabalha com fornecedores brasileiros e valoriza uma cadeia ética. Outro fator muito importante, é o fechamento de ciclo, onde a marca passa a dar um destino correto ao final de vida útil do produto.

Como estratégia de garantir longo alcance no lançamento, e também abrir para diálogo quanto ao produto, valores da marca, as questões da sustentabilidade na moda e os novos rumos de uso e consumo a Pomar decidiu realizar o seu lançamento no mês de outubro em uma plataforma de financiamento coletivo, estratégia muito usada na atualidade por jovens empreendedores que precisam arrecadar fundos e divulgar a marca de forma a engajar e conquistar adeptos. A campanha também terá parte da sua arrecadação voltada para a Instituição “Monte Azul”, a mais antiga associação antroposófica do Brasil, que desenvolve um excelente trabalho social junto a comunidade.

O trabalho da “Pomar” vem para reforçar  que é possível sim criar itens de consumo com propósito genuíno, que valoriza o consumo consciente e contempla os pilares da sustentabilidade, sem deixar de lado a informação de moda e conforto.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.