Era uma vez… uma folia de lixo no fundo do mar

lixonomar

Com certeza você já viu em um “monte” de blogs, sites e até deve ter chegado em seu e-mail esta notícia, de um multirão que fizeram para limpar as praias (no fundo do mar), na verdade são fotos que mostram o que restou do carnaval de Salvador/BA depois que os foliões se despediram. Eu já não sou muito fã de carnaval, passou minha época… principalmente depois que eu fui durante a época de carnaval para o Jalapão/TO, lugar belíssimo, uma verdadeira obra prima da natureza.

lixosalvador

Esta notícia que está rolando por aí, sãoo imagens feias do que o homem faz e nem percebe, são mostram milhares de latas de cerveja e materiais promocionais jogados no fundo do mar.

Quem providenciou esta iniciativa foi o Global Garbage, que colocou a “mão na massa”, mergulhando e catando, procurando (o que parece não ter sido difícil de encontrar) estes resíduos que só Deus (e eu) sabe onde vai parar.

Bom, pelas imagens você percebeu que a Skol está por ai, vendo isto e depois de ter feito (a AmBev) uma campanha que até o VivoVerde aderiu (pintar sites de grande circulação de azul, chamando a atenção para o Dia Mundial da Água), pegando este gancho das imagens aterrorizadoras, eles organizarão um mutirão para esse final de semana (dias 27 e 28 de março) com a proposta de invadir as praias do Porto da Barra até a Praia do Cristo, munidos com mergulhadores profissionais, conscientizadores, catadores e voluntários. A dica é do pessoal que trabalha lá na agência e que mandaram o post no site da Skol para o Brainstorm #9.

lixosalvador_2

lixosalvador_3

lixosalvador_4

lixosalvador_5

lixosalvador6[

lixosalvador_7

lixosalvador8

O que eu acho muito conveniente, pois dia destes fui “atacada” no twitter, onde me indagavam que a grande culpa eram das empresas, eu disse que elas podem até ter um certo grau de culpa, mas o maior vilão desta história é sem dúvida nenhuma o consumidor, se não tiver/tivessem ONGs, a população preocupada com estas questões, não adianta em nada.

Fica a dica para as pessoas que moram em Salvador/BA, aos turistas, as pessoas que estiveresm apenas de passeio para tentar minimizar este efeito originado pelo próprio homem. caso você pense… “há, eu nem estava lá… então não vou ajudar”. Acho melhor você mudar esta frase, afinal uma hora isto pode acontecer um sua cidade, nem adianta pensar “Nem tem praia onde moro”… Não precisa ser nas praias/mar, pode ser nas vias, ruas, entupindo bueiros e alagando a sua casa! Aí sim será a hora de você pensar nas questões ambientais? Tarde de mais meu caro!

Uma pena eu não morar em Salvador, gostaria de poder ajudar. Aqui em Palmas/TO as ruas e praias são bem limpas, o problema de certas enchentes é de planta, na época que foram construir  s cidade e as vias de acesso, bueiros etc. não pensaram em grandes eventos de precipitação… ai complica!

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

5 comentários em “Era uma vez… uma folia de lixo no fundo do mar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.