Iniciativa quer levar fogões seguros a países pobres

Me lembro que quando criança eu estava frequentemente no sítio dos meus avós e era bem normal acordar coma  casa tomada por uma fumaça cinzenta. Creio que para mim que era bem nova não era algo que me prejudicaria muito mas percebia a dificuldade que minha avó tinha, até mesmo pela idade. Hoje no twitter vi está matéria no Planeta Sutentável, no qual aborda os problemas ambientais que também causam doenças e mortes em milhões de pessoas – como fuligem ou poluição no ar, ou poluentes em água potável, por exemplo. Mas o que acontece de mais perigoso é onde as pessoas preparam sua comida – na cozinha.

Isto de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), que diz que a fumaça e os gases de fogos de cozinha nos países mais pobres do mundo contribuem com quase duas milhões de mortes por ano – mais do que a malária. O que causa o dano é a queima de madeira, resíduos de colheitas, carvão e estrume, enchendo as casas de fumaça e nuvens cinzentas.

Quem sofre mais são as mulheres e as crianças, porque são aquelas que cuidam do fogo. Mas este não é um problema fácil de resolver. Diversos cientistas dos Institutos Nacionais de Saúde em Bethesda, Maryland, estão tentando divulgar a Aliança Global pelos Fogões Limpos. Eles convidam celebridades, chefe de cozinha e políticos para ajudar a criar consciência sobre a necessidade de combustíveis e fogões mais limpos. A tecnologia é fácil, mas levar estes fogões e combustíveis mais limpos para milhões de pobres não é.

Não é tão simples como dizer, OK, temos aqui uma coisa limpa e sua vida vai melhorar. Há barreiras sociais e econômicas aos montes. Cientistas dizem que seu papel é fazer pesquisas para mostrar quanto da poluição dos fogões tem de ser cortada para fazer uma diferença. Para combater a pneumonia, por exemplo, uma pesquisa na Guatemala mostrou que poluentes da cozinha tinham de ser cortados pele menos pela metade para haver qualquer benefício real à saúde, de acordo com artigo publicado semana passada na Science, segundo a National Public Radio. 

O diretor dos Institutos Nacionais de Saúde Francis Colins e colegas dizem que a maioria das pessoas em países pobres não tem conscência do que cozinhar com fogões abertos faz para sua saúde. “O sucesso tem sido limitado por um número de fatores”, diz ele, “inclusive uma falta de consciência do problema, pesquisas limitadas sobre os riscos à saúde, falta de fogões e combustíveis acessíveis que reduzam a exposição a níveis seguros, e problemas logísticos para resolver um problema que afeta quase 3 bilhões de pessoas no planeta”. A Aliança Global e a indústria de fogões anunciaram no ano passado que iriam trabalhar juntos para criar um mercado para fogões seguros, sob a égide da ONU. O governo americano contribuiu com mais de U$ 50 milhões. Metade disso irá para pesquisas.

Bom, em relação a isto… só tenho uma coisa a dizer… desde que era criança e ao ver esta prática em casa o que pude observar foram realmente as mudanças disto lá no sítio e uma delas foi realmente na “engenharia” destes fogões a lenha, que há um bom tempo já tem suas chaminés do lado de fora de casa (além de alguns super bem estruturados e até mesmo caros), creio que é uma prática fácil de se adotar e já ajudaria  MUITO. Abaixo uma foto do fogão a lenha lá no sítio. PS: Sim, a modelo sou eu (rs)

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Um comentário em “Iniciativa quer levar fogões seguros a países pobres

  • 13 de setembro de 2012 em 11:29
    Permalink

    Gostaria de saber se estes fogões a lenha industrializados, ferro fundido, esmaltados se enquadram em fogões limpos…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.