O Aquecimento Global e a disseminação das doenças

As mudanças climáticas são um dos motivos responsáveis pelo aumento da incidência de doenças como a malária e a dengue, afirmou a Organização Mundial da Saúde (OMS) no dia 08/04/2008. O Brasil enfrenta graves problemas por causa da DENGUE e ao forte aceleramento com que este “fenômeno” vem alarmando a população.

A cada ano, ao menos 150 mil pessoas morrem vítimas de malária, diarréia, subnutrição e enchentes, ocorrências essas que podem ter relação com as alterações no clima do planeta, segundo a OMS para o Pacífico Ocidental onde metade destas mortes ocorrem na África.

Uma das grandes preocupações em minha concepção seria a migração dos insetos que têm se espalhado dos trópicos para regiões de clima mais ameno onde mosquitos transmissores da malária são encontrados agora em áreas onde não havia malária antes.

No caso de dengue, há muitos outros fatores responsáveis pela disseminação dos mosquitos. Mas alguns especialistas dizem que as mudanças climáticas desempenham um dos papéis nesse caso. O que eu não discordo… A OMS estima ainda que há 50 milhões de casos de dengue no mundo todo a cada ano. Desses doentes, 500 mil precisam ser hospitalizados e cerca de 12.500 dos casos são fatais. Já a maléria mata em média 100 mil pessoas por ano.

As mudanças climáticas também estão provocando a elevação do nível dos oceanos, o desaparecimento de rios os avanços dos oceanos nos riosque ali desaguam e uma instabilidade maior nos padrões meteorológicos. As enchentes, as secas e as ondas de calor prejudicam a saúde das populações humanas e ainda a problemática da não concientização das pessoas quanto a EDUCAÇÃO AMBIENTAL, que pode minimizar conciderávelmente estes indíces.
Um menor consumo de energia e avanços tecnológicos com o propósito de diminuir as emissões de carbono são medidas cruciais a serem adotadas. Existem empresas onde os “executivos” vão para o escritório de camisa, sem o dever de ser obrigado a ter que usar terno, fazendo com que estes utulizem menos os aparelhos de ar-condicionado.
Fica aqui minha ressalva, existem muitos métodos que a população pode contribuir para diminuir o consumo de energia desnecessário não apenas isto, pois em relação a DENGUE, nada mais simples do que dar uma analisada no quintal, nos vasos, nos terrenos baldios e até mesmo dentro de casa, afinal quem corre o risco de ficar doente são as próprias pessoas que não têem esta iniciativa.

Fonte: Folha Online, Ambiente Brasil, Nissan

______________

*Assunto sugerido por Aymara Colen. Obrigada!

______________

Contato: daianeea@gmail.com

Grata as sugestões que estão chegando.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

4 comentários em “O Aquecimento Global e a disseminação das doenças

  • 24 de abril de 2008 em 22:33
    Permalink

    Sem comentários sobre a raça humana…parasitas…eh com o filme matrix fala “Vocês humanos, sugam os recursos, vão para um canto e procriam etc…”, veja o mundo ao redor, de onde tiramos a ideia de construir predios, e mais predios, e mais gente, e mais gente, mais parasitas. ACORDA MUNDO, ou um dia você não acordará mais muito menos seus filhos para presenciar um planeta que teve lugares exuberantes, raças e culturas diferentes, que repiram o mesmo ar, pisam na mesma “Terra” e bebem a mesma água. Também não basta só falar, é agindo que fazemos o caminho tomar um rumo diferente, separando o lixo, fazendo sisternas para água da chuva (que necessidade tem lavar uma calçada ou carro com água que dá para beber, que faz falta onde tem seca), consumindo menos energia, ou canalizando-a para sistemas solares/aeólicos etc…

  • 25 de abril de 2008 em 13:39
    Permalink

    interessante o seu blog… ainda mais por ser uma universitária, muita gente fala sem estudar…

    Minha opinião é igual a da maioria, que os seres humanos estão destruindo o planeta e etc…

    Mas acho que ficar martelando na tecla de “cada um tem que fazer a sua parte” isso não mudará em nada; falamos isso, greenpeace fala e televisão fala e não muda nada…

    O que adianta se cada um fazer sua parte, cuidar do seu quintal… sendo que o país tem muita miséria, infra estrutura escassa, não investem em educação (como ensinar higiene sem educar?)… existem favelas, foças, esgotos a céu aberto, boca de lobo…

    Acredito que as pessoas já fazem o que deveriam fazer… a culpa não é do fulano que jogou papel no chão, e sim do governo que não cria uma sociedade inteligente…

    Mas a culpa também não é só do governo… vou para por aqui senão vai dar um mega texto… mas digo que o assunto é algo MUITO complexo que não só o movimento individual irá alterar essas questões ambientais…

  • 28 de abril de 2008 em 8:56
    Permalink

    Obrigado pelos parabens do meu blog! 😀

    Pode por meu link no seu blog sim! o seu já coloquei no meu!!!

    Voltarei sempre aqui! ;D

    Ps.: Te aceitei no MSN!

  • 8 de maio de 2008 em 15:17
    Permalink

    E eu que achava que o aquecimento global so causava calor intenso e dor de barriga. rsrsrs

    Muito bacana o assunto…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.