Tem alguma coisa muito suja na política

Por Caroline Paris

Quem foi as urnas desse domingo viu muito além das filas costumeiras para votar. Era só colocar o pé para fora de casa para encontrar um cenário típico de época de eleição: Muitos santinhos de candidatos pelas ruas. Eram milhares de partidos e candidatos estampando as calçadas em direção as zonas eleitorais. Os santinhos formavam quase que uma trilha e se você não soubesse onde eram os locais de votação era só seguir a maré de papéis.

Em São Paulo o cenário era caótico no fim da tarde. A chuva lavou as calçadas e parte dos papeis foram carregados pelas enxurradas para dentro de córregos e rios, já então atolados de sujeira. Foi possível até observar santinhos de candidatos filiados a partidos que estendem uma bandeira ecológica e em defesa do meio ambiente. O que me saltou como uma grande contradição.

Em Porto Alegre, o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) estima que 100 toneladas de santinhos foram recolhidas até hoje de manhã com o esforço de uma equipe de 642 funcionários e 38 caminhões que começou o trabalho de varrição logo após o fechamento das urnas. Além disso, o mutirão do DMLU removeu das ruas da Capital cavaletes de propaganda eleitoral, retirando cerca de 50 toneladas do material, Segundo uma reportagem divulgada hoje pelo portal Zero Hora .

Em Rondônia os Candidatos e coligações foram proibidos de despejar santinhos nas ruas das cidades e quem descumprir a recomendação pode ser processado. A Procuradoria Regional Eleitoral em Rondônia (PRE/RO) alega que o Código Eleitoral não permite qualquer propaganda que prejudique a higiene e a estética urbana.

Eu moro perto de duas zonas eleitorais e durante a noite observei uma movimentação imensa ao redor dos locais de votação. Era possível observar vários carros parando nas portas das escolas e despejando milhares de santinhos e após isso indo embora normalmente. Esses coligados ou partidários percorrem as principais regiões da cidade durante a noite para não serem pegos, mais deixam uma pista deslavada.

Se nos países mais desenvolvidos do mundo é proibido jogar lixo nas ruas, com pena de prisão e multa, porque aqui no Brasil onde as questões ambientais tem tomado forma não há nada sendo feito? Ai eu pergunto, porque a prefeitura não vai atrás desses porcalhões e porque não há uma política de repreensão aos candidatos e partidos que adotam essa prática como última estratégia política, para capturar o voto de quem vai as urnas sem um candidato definido? Porque a prefeitura arca com as despesas dessa limpeza?

No domingo a palavra “#santinhos” aparecia entre os mais do twitter o que sinaliza que ver as ruas completamente cobertas por papéis incomoda muita gente. O que nós podemos fazer? Como chefes, desses novos políticos eleitos graças aos nossos votos devemos exigir uma postura diferente nas próximas eleições, políticas públicas mais claras com as questões do lixo e normas mais firmes contra essa “sujeirada” que vem rolando e acaba entupindo e poluindo a cidade.

Não vote em quem faz das ruas uma imensa lata de lixo.

Caroline Paris

Bióloga, Botânica, educadora ambiental...

9 comentários em “Tem alguma coisa muito suja na política

  • 6 de outubro de 2010 em 9:40
    Permalink

    Muito triste ver esta sujeira toda, isso não é nada legal. eu não votaria em tais candidatos ou candidatas.
    apoio um campanha limpa.
    fim do voto de cabresto e do voto obrigatório.
    basta.

  • 6 de outubro de 2010 em 16:47
    Permalink

    O pior é que depois de votar, vi um santinho de um candidato no PV, que tinha votado, jogado na rua. Deu vontade de trocar o voto.

  • 6 de outubro de 2010 em 22:52
    Permalink

    APOIADO! um absurdo! o que eu mais encontrei na minha zona eleitoral era maluf, aloysio nunes (que infelizmente foi eleito) e russomano… até vi alguns do ricardo young! vergonha vergonha :\

  • 7 de outubro de 2010 em 7:48
    Permalink

    “Vivoverde”, nome exdruchulo esse, parece propaganda daquela operadora de telefonia. Mais criatividade para quem faz o mesmo, com essas ideias preconceituosas e cheias de fanatismo pelo “verde” esse blog vai ficar de ruim a pior. Parem com essa bobagem e sejam ao menos honestos, os donos dessa heresia devem ser burgueses que andam de carro poluindo esse planeta carcomido pela mente hipocrita e canalha desses que defendem o “verde”.
    Passar bem mal.

  • 7 de outubro de 2010 em 8:46
    Permalink

    Olá “Joaquim”! Obrigada pela visita! É, devo confessar que você está equivocado, pois tenhoa titudes que colaboram com o meio ambiente, carro? Não, não tenho, ando de bicicleta, transporte público e carona, sim, sou “caroneira” e me orgulho de tudo.

    No mais, desejo em dobro tudo isto que me desejas-te. Bom dia!!

  • 7 de outubro de 2010 em 16:03
    Permalink

    sera que existe pv mesmo??

  • 8 de outubro de 2010 em 7:43
    Permalink

    Nojento…..além de corruptos,ladrões,desonestos,são porcos !!!!!!deprimente !!!!

  • 23 de outubro de 2010 em 11:32
    Permalink

    NÃO CONCORDO COM A FALA:TEM ALGUMA COISA MUITO SUJA NA POLITICA. A POLITICA FICOU PARA AS PESSOAS DE BOM SENSO, INFELISMENTE TEM PESSOAS DE MÁ CONDULTA SE AOROVEITANDO DAS VAGAS DOS QUE SE DIZEM BOM, VEJO OS COMENTÁRIOS DAS PESSOAS A RESPEITO DE POLITICOS,COMENTARIOS DO TIPO: POLITICOS NÃO VALE NADA, POLITICOS SÃO TUDO IGUAL,TODO POLICO É LADRÃO. MAIS PRECISAMOS LEMBRAR QUE QUEM COLOCA ESSES POLITICOS LÁ NO CONGRESSO SOMOS NÓS, ENTAM PRA TER O POLITICO LADRAM TEM QUE TER O ELEITR CORRUPTO, POR TANTO A CULPA NÃO ESTÁ NA POLITICA E SIM NA MAIORIA DOS ELEITORES.EM MINHA CIDADE PARTICIPO DE UM GRUPO QUE VISA CONSCIENTIZAR O ELEITOR. E VOCÊ O QUE ESTÁ FAZENDO PARA MUDAR ESSA REALIDADE MESMO QUE A LONGO PRASO?

  • 24 de outubro de 2010 em 17:35
    Permalink

    Oi VANDECARLOS, eu entendo o seu ponto de vista e até concordo com você quando diz que a responsabilidade do voto e a escolha dos políticos é dos eleitores, acho muito importante o trabalho de conscientização política e prático isso com os meus alunos, mais Não sei se você chegou a ler o post, a matéria inteira, se você ler entendera sobre o que o título do texto se refere meu querido. Não é questionado se os políticos “não valem nada” ou se são “todos iguais” ele se refere a um dos problemas gerados durante as eleições: O LIXO ELEITORAL!! Santinhos, cartazes, banner etc, que acabam poluindo as ruas e os rios, apenas isso…
    Acredito que todos devem fazer uma reflexão e os fatos estão ai…para que as pessoas tenham consciencia elas devem ter informação…
    O título se refere desse modo ao lixo,santinhos,panfletos (alguma coisa suja) entendeu?

    🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.