DIY: A combinação perfeita entre criatividade e sustentabilidade

Em algum momento você já ouviu falar sobre o DIY? Sigla para referir-se ao termo “Do It Yourself”, ou na tradução literal “faça você mesmo”, a prática consiste em realizar tarefas para construir, reparar ou customizar as coisas sem utilizar os serviços de profissionais.

Acho que você está se perguntando: “O que isso tem a ver com sustentabilidade?”. Pode até não parecer em primeiro momento, mas absolutamente tudo!

A relação entre o DIY e a sustentabilidade

Antes de entender qual é a relação entre os dois, você sabe quais são as técnicas que regem a sustentabilidade? Nomeada de política dos três “R’s”, ela é baseada nos conceitos de reduzir, reutilizar e reciclar, o que faz todo o sentido quando pensamos no DIY.

O popular “faça você mesmo” surgiu nos Estados Unidos no século XX, mais precisamente antes da década de 20. Porém, foi apenas nos anos 50 que o termo se popularizou, época em que diversas pessoas adotaram a prática para decorar as suas casas sem que fosse necessário gastar muito dinheiro.

E que melhor jeito de fazer isso se não adotando duas das três técnicas básicas da sustentabilidade? Por exemplo, imagine uma empresa que possui um manipulador a vácuo que da noite para o dia apresentou defeito. Será que ela vai descartá-lo?

Com certeza, não! A companhia provavelmente irá consertá-lo e reutilizá-lo. Colocando isso no DIY, pense que você utilizou uma grande caixa para realizar uma mudança. Em vez de descartá-la, por que você não usa a criatividade e faz uma sapateira? É muito possível, basta querer!

Outras informações sobre a tendência

O planeta ainda está caminhando a passos curtos para substituir o copo de plástico pelo copo de papel biodegradável. Enquanto isso não acontece, é possível realizar a reutilização desse produto e transformá-lo em diversos itens decorativos.

Garrafas pets, engradados, rolos de papel higiênico, canetinhas sem tinta, pallets de madeira, jornais, tijolos, bem como uma série de outros itens que seriam jogados no lixo podem se transformar em outros produtos e objetos. Por isso, alie a sustentabilidade e a criatividade e deixe acontecer!

Claro, uma válvula de retenção quebrada dificilmente poderá ser utilizada para fazer alguma outra coisa legal, mas isso não significa que uma prática sustentável não possa ser adotada. Por mais que o DIY não seja possível, a reciclagem é. Então, não a coloque junto com o lixo comum.

Gostou do nosso post sobre DIY: A combinação perfeita de criatividade e sustentabilidade? Então compartilhe com os colegas e deixe o seu comentário!

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Larissa Rhouse,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções‌ ‌Industriais‌.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do Portal VivoVerde, nascida e residente de Minaçu/GO e há 12 anos escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduada em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultor, ministra treinamentos nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @VivoVerde | Instagram: @DaianeVV | 063999990294

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.