Escola em Ação coloca mudanças climáticas na sala de aula

Na semana passada, a cidade de Cancún, no México, se tornou o centro das atenções no mundo devido a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP-16. Mas antes que todos os principais chefes de Estado discutam o problema, mais de 600 escolas, em 89 municípios brasileiros, já estão promovendo ações para ajudar crianças e jovens a entenderem a complexidade desse assunto e, principalmente, explicar como devem agir para contribuir com o tema.

O trabalho é resultado do projeto Escola em Ação, coordenado pelo COEP, rede nacional de mobilização social que hoje conta com mais de 1.100 instituições presentes em 27 unidades da federação, que congregam mais de oito mil mobilizadores. A iniciativa visa complementar o currículo escolar com temas de interesse coletivo, cuja solução exige mudanças comportamentais. Ou seja, argumentos nos quais a ação é tão necessária quanto a educação.

Qualquer escola que queira levar este assunto aos seus alunos pode entrar no sitewww.escolaemacao.org.br e realizar a inscrição gratuita da instituição de ensino, seja ela pública ou privada. Nesse site estão orientações para professores e diretores e todas as informações e materiais necessários para a inclusão de atividades educativas na sala de aula.

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

Um comentário em “Escola em Ação coloca mudanças climáticas na sala de aula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.