Quantos ativistas ainda vão ter que ficar peladões?

Ativistas tiram a roupa em defesa dos animais na Espanha

Grupo de manifestantes tiram a roupa e se pintam de vermelho para simular sangue na praça de São Jaime, em Barcelona, no leste da Espanha. Os ativistas protestaram contra os maus tratos a animais, carregando placas dizendo “quantas vidas por um casaco”, para questionar a extração de pele para abrigos contra o frio. O grupo responsável pelo ato chama-se “Anima Naturalis”. (Foto: Josep Lago / AFP Photo) / Via G1.

Vi esta matéria ontem (06) no G1, por motivos de saúde não pude postar e nem escrever aqui no blog sobre o que eu acho disto. As torturas com animais é algo muito feio, triste, repugnante até, para quem já viu vídeos destas cenas (já postei aqui) fica com um sentimento de ódio muito grande no coração. Estas pessoas que vão para as ruas, tiram suas roupas, pintam seus corpos de tinta e tudo mais, são pessoas que tiveram um pingo de bom senso e de coragem para mostrar à sociedade que coisas deste nível acontecem e que não dá para ficar de olhos fechados enquanto barbáries assim tomam conta do mercado. Talvez a COP16 é que precisa-se de ativistas assim…

Há várias formas de se ter um casaco quentinho (os sintéticos) e sem matar e nem despelar nenhum ser vivo. O pior de tudo é que o que faz com que isto não acabe é o mercado, pois ainda há consumidores que não sabem, não ligam, não entendem, fingem não entender, um monte de madame que acha que um casaco de pele (animal) é chique, creio que o “consumo consciente” tem que ir bem além disto, é o próprio mercado abrir os olhos dos consumidores sobre casos como estes de mortes de animais, praticamente uma chacina!

Quantos ativistas vão ter que ficar peladões? Quantos animais vão ter que morrer apenas para sustentar o luxo de poucos? Quantas conferências vão ter que ser feitas para não se discutir  NADA? É hora de abrir o olho para o seu, o meu, o nosso consumo!

Não sou lá muito a favor de certas ações ativistas, as mais radicais me fazem é rir, mas as que são sustentadas por uma boa razão… eu apoio!

Daiane Santana

Daiane Santana é a idealizadora do #VivoVerde, mora em Palmas/TO há 15 anos e há 11 escreve neste site. Formada em Engenharia Ambiental, pela UFT – Universidade Federal do Tocantins, pós-graduanda em Gestão de Recursos Hídricos e Segurança do Trabalho. Atua como consultora nas áreas de meio ambiente, segurança do trabalho e está a disposição do mercado de trabalho. Contato: contato@vivoverde.com.br | daiane@vivoverde.com.br | Twitter - @DaianeVV | Instagram: @DaianeVV

Um comentário em “Quantos ativistas ainda vão ter que ficar peladões?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.